Famosos

Cláudio Ramos tece duras críticas à família de Eduardo Beauté

Reprodução TVI

O funeral de Eduardo Beauté ficou envolvido em alguma polémica, devido ao facto de a família não ter permitido uma última homenagem, em Lisboa, com a presença do corpo do famoso cabeleireiro.

As cerimónias fúnebres decorreram no passado dia 12, na Marinha Grande, distrito de Leiria, e por entre as várias pessoas que se reuniram para o último adeus a Beauté destacou-se apenas uma figura pública: a taróloga Maya. Cláudio Ramos, amigo do cabeleireiro, foi um dos que não marcou presença e endereçou várias críticas ao modo como decorreu todo o processo.

“A Maya foi, talvez, a única amiga famosa de Eduardo Beauté que acompanhou o corpo até à Marinha Grande. Ela terá muitos defeitos, mas a memória não é curta, e naturalmente teria a disponibilidade e a vontade de o fazer. Foi um gesto bonito, que o Eduardo iria gostar de ver”, começou por escrever o comunicador, de 45 anos, no espaço de opinião que assina na revista TV Mais.

“Não questiono as escolhas de quem, ou não, foi. Questiono a gestão absurda que a família fez do processo. Absurda e teimosa”, atirou.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News