fbpx
Famosos

Catarina Raminhos sobre regresso às aulas da filha: “Vai entrar numa prisão”

Catarina Raminhos filha
Instagram

Catarina Raminhos fez, esta segunda-feira, 14 de setembro, uma publicação na sua conta de Instagram onde faz um desabafo sobre o primeiro dia de aulas da filha.

Recorde-se que muitos alunos voltaram hoje às aulas, com várias medidas restritivas devido à pandemia de Covid-19.

“Vou tentar separar a angústia que sinto daquilo que escrevo. Tentar. Hoje tive a reunião da escola da Maria Rita. Vai para o quinto ano, portanto todo o pacote de escola nova + colegas novos + novo horário. Mas este ano com a agravante do COVID-19”, começou por referir.

A mulher de António Raminhos salientou que ouviu falar durante 90 minutos sobre as medidas de segurança. “Na reunião de pais de hoje ouvi falar durante 90 minutos das medidas de segurança, do que é proibido fazer, do que é desaconselhado e daquilo que não se pode. Senti que a minha filha vai entrar numa prisão de alta segurança para crianças e não numa escola – e o problema não é desta escola em particular, mas da generalidade. Vai usar máscara dentro e fora da sala”, referiu.

Não vai poder partilhar jogos, material escolar nem o que quer que seja com os colegas apesar de todas as salas terem um frasco de álcool gel. E não vai cruzar-se com crianças de outras turmas do quinto ano – apenas nos corredores, à entrada ou à saída. Posto isto, tudo o que faz com que uma criança queira ir à escola – brincar, estar, conviver com as outras crianças – não existe. Existe apenas a obrigação de cumprir regras e de respeitar tudo – e é tanto!”, acrescentou Catarina Raminhos.

Por fim, a Catarina deixou várias questões impertinentes.

“Perguntas: porque é que os miúdos têm de usar máscara no exterior – ao ar livre – quando estão apenas com os colegas de sala e num espaço delimitado? Porque é que, se quando vamos a um restaurante tiramos a máscara assim que chegamos à mesa, estes miúdos que têm aulas sempre na mesma sala, têm de estar das 9h às 17h30 (em três dias da semana) ou das 9h às 13h30 nos restantes com máscara posta, em aulas que às vezes têm 120 minutos com apenas 5 de intervalo.

5 minutos que, nestes casos, vão ser passados no interior da sala! Percebo a necessidade de algumas medidas de segurança – acho bem que à entrada e à saída da escola, a caminho do refeitório ou do ginásio usem máscara. Mas não será isto um exagero?

Não estaremos nós todos a boicotar a infância dos nossos filhos? A minha angústia está em olhar para esta imagem, que podia ter sido tirada em qualquer dia da vida da minha filha, e perceber que agora isto será uma enorme exceção – uma imagem de fim-de-semana, provavelmente. Desculpem o desabafo, mas hoje está difícil ver o copo meio cheio…”

Leia também: Catarina Raminhos recorda internamento da filha: “Hei-de voltar a este dia sempre que for preciso”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

ATV News