fbpx
Famosos Música

Carolina Deslandes reflete sobre 2020: “Ano em que perdi o chão”

Carolina Deslandes
Instagram

Carolina Deslandes fez uma poderosa reflexão sobre 2020, esta quinta-feira, dia em que o ano termina.

Num texto que publicou no Instagram, Carolina Deslandes recordou o quão difícil foram estes 366 dias, mas destacou também algo de positivo: “Num ano em que me separei e isso virou piada, num ano em que perdi o chão, quase me esqueço disto: fizemos um filme. E uma banda sonora. E um argumento. E um concerto“.

“Em 2020 fizemos um filme. No meio da escuridão que se instalava, foi como acender uma tocha e erguê-la. «As pessoas não estão com cabeça para ver nada, mais vale adiar os lançamentos para 2021». Não concordo. Acho que muitas vezes, quando estamos desamparados e tristes, tendemos a dizer «Não vou àquele jantar, prefiro estar sozinho», e é nessas alturas que os nossos verdadeiros amigos nos batem à porta”, lê-se no início da publicação.

“A arte é isso mesmo. É um consolo, uma fuga, um grito, um ombro. Não só para quem a recebe, mas para quem a faz. Fizemos um filme sobre o que é ser mulher. Fizemos um filme sobre violência doméstica. Pusemos o tema na boca do mundo, para que não fosse esquecido ou arrumado num canto. Num ano em que me separei e isso virou piada, num ano em que perdi o chão, quase me esqueço disto: fizemos um filme. E uma banda sonora. E um argumento. E um concerto”, acrescentou ainda a cantora.

“Obrigada à equipa da shot and cut que tornou isto possível, obrigada a cada pessoa que integrou este projeto. Obrigada à MEO por embarcar nesta aventura. 2020 foi o ano de mulher”, rematou.

Leia também: Cristina Ferreira, Goucha e Maria Cerqueira Gomes reagem ao fim do ‘Você na TV’

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News