fbpx
Famosos Música

Carolina Deslandes desabafa: “Quem não morre de covid, irá morrer de fome”

Carolina Deslandes
Instagram

Este sábado, dia 21, decorreu uma manifestação pela cultura no Campo Pequeno, em Lisboa. Carolina Deslandes foi uma, das muitas figuras públicas presentes, que se juntaram a esta causa para defender uma das áreas mais afetadas pela pandemia.

Através das redes sociais, a jovem cantora escreveu um texto onde reflete sobre o estado atual da cultura em Portugal.

“Quem não morre de covid, irá morrer de fome. Os poucos concertos marcados, são cancelados, adiados, mandados abaixo. A fragilidade do nosso sector foi revelada e estamos numa queda sem rede onde aterrar”, começa por afirmar.

“Técnicos, músicos, roadies, agentes, todos abandonados e sem respostas. Se isto se mantiver, todos eles irão abandonar as suas profissões ou as suas vidas. Isto NÃO é um exagero, é a realidade. Um país sem cultura é um país sem alma. A cultura é segura e é necessária”, conclui Carolina Deslandes.

Leia também: José Raposo arrasa Ministra em manifestação pela Cultura: “É inacreditável”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News