Famosos Música

Ariana Grande confessa que se refugiou no álcool para esquecer ex e noivado

Instagram

Ariana Grande é a grande protagonista da revista nova edição da revista Vogue. Numa conversa sem tabús, a cantora confessa que recorreu ao álcool para superar a morte do ex-namorado e recorda os momentos angustiantes vividos depois do atentado terrorista de Manchester. 

A cantora confessou à revista que não se recorda do processo de gravação do seu novo disco, ‘Thank U, Next’, ainda que este tenha alcançado a liderança dos tops de vendas muito rapidamente. De forma franca e sem rodeios, Ariana Grande, de 26 anos, confessa que não se recorda dos meses que se seguiram à morte do seu ex-namorado. “Estava tão bêbada e tão mal. Não lembro realmente como começou nem como acabou, ou como de repente havia 10 canções”, conta.

O motivo para o refúgio no álcool foi a morte do ex-namorado, o rapper Mac Miller, a que se juntou o namoro e pedido de casamento repentino com um fim previamente anunciado. Pete Davidson namorou com Ariana Grande de maio a outubro, tendo posto um ponto final no relacionamento depois de perceber o grande envolvimento que a cantora ainda tinha com o rapper, que morrera dias antes.

“Foi uma distração maravilhosa. Foi frívolo, divertido, insano e altamente irrealista. Amei-o e não o conhecia”, contou Ariana sobre o humorista Pete Davidson.

Depois das peripécias da sua vida, a cantora reconhece que “Este é o primeiro álbum e o primeiro ano da minha vida em que percebo que não posso deixar de passar tempo comigo mesma, só como sou”, acrescentou Ariana.

“‘Thank U, Next’ foi aquele momento de autocompreensão. Foi um momento de ‘oh, tens de enfrentar tudo isto agora. Não pode haver mais distrações. Tens de sarar toda esta merda'”, explica também.

No entanto, além das desilusões amorosas, a cantora passou pelo trauma de saber que, no final do seu concerto em Manchester, um terrorista matou 23 pessoas ao fazer-se explodir, deixando 59 feridas. Sem valorizar o atentado, e por respeito às famílias, Ariana Grande diz que “Não é um trauma meu. É um trauma daquelas famílias. Foram perdas delas. É difícil falar sobre isso sem pensar que eles vão ler e reabrir essas memórias”.

Veja a capa

ATV News