Famosos

A espiral recessiva de Eduardo Beauté

Instagram

A vida de Eduardo Beauté, que foi encontrado morto em sua casa na tarde deste sábado, 7 de setembro, dava uma verdadeira novela, sendo o seu percurso profissional e pessoal marcado por altos e baixos, mas sobretudo baixos – que o marcaram para sempre. 

Sobre o seu percurso de vida, o cabeleireiro de 52 anos sempre o definiu como sendo “feito de muitos sacrifícios e peripécias”.

Entre mortes permaturas, os suicídios e a droga, tudo acabou por condimentar a vida de Eduardo Beauté, para quem o divórcio de Luís Borges deu a machadada final, afundando-o numa grande depressão.

Com apenas 10 anos, o cabeleireiro dos famosos viu o seu pai sair de casa. O pai, Laurindo Ferreira, casou-se depois de se ter divorciado da mãe de Eduardo Beauté, mas acabou por sofrer com um desgosto amoroso que o atirou para uma depressão profunda – tal como aconteceu anos mais tarde ao filho – e consequente suicídio. Laurindo Ferreira foi encontrado enforcado pelo irmão mais novo do cabeleireiro.

Sem uma figura de referência masculina, os irmãos Eduardo e Sónia conseguiram reorganizar as suas vidas, no entanto, o irmão Paulo deixou-se viciar pela droga, o que obrigou a grandes adaptações da família. Todavia, e de acordo com a informação dada pelo próprio cabeleireiro à TV Guia em 2017, Paulo fez um tratamento de reabilitação, que o afastou da droga. “Felizmente, o meu irmão está bem. Fez uma reabilitação e tratou-se. Há cerca de 8 anos que não consome drogas e tem o seu trabalho”, revelou.

Ainda que se tenha assumido homossexual, Eduardo Beauté manteve uma relação de longa data com uma mulher, de quem teve um filho com apenas 17 anos. O pequeno chamava-se Rúben Duarte e foi a concretização de um sonho de Beauté, no entanto, o seu único filho biológico acabou por morrer com apenas seis meses, vítima de uma insuficiência pulmonar.

“O meu Rúben nasceu prematuro, de 6 meses. Acabou por falecer aos 6 meses, de insuficiência pulmonar. E a mãe também já morreu, de cancro de mama”, revelou na entrevista dada à TV Guia em 2017.

Mas as provações não tinham terminado e Eduardo Beauté voltou a sofrer um duro golpe em 2016. O que no início era uma pequena ‘chantagem’ ao manequim Luís Borges, como revelou a Manuel Luís Goucha, acabou por se consumar. Foi nesse ano que o cabeleireiro se divorciou de Luís Borges, com quem tinha adotado três crianças.

A rutura atirou Eduardo Beauté para uma espiral recessiva, tal como havia acontecido ao seu pai. Nas redes sociais deixou textos e vídeos onde acusava Luís Borges de não ser um bom pai. Também o seu ar e atitudes começaram a preocupar os amigos mais próximos e Manuel Luís Goucha, como lhe revelou durante a entrevista de abril de 2019.

À Flash, Eduardo Beauté contou que o mais lhe doía era o facto de ter perdido o que tanto procurou: uma família. “Foram 50 anos à procura de uma família e, infelizmente, essa família hoje volta a não estar completa. Ainda assim, estou muito feliz por ter os meus filhos e orgulhoso”, disse

Ainda que muitos acreditem no suicídio, a Polícia Judiciária está a investigar o sucedido, tendo todos os cenários em aberto.

Até ao momento não é conhecida a data do funeral do cabeleireiro.

ATV News