Cabo

Repórteres da CMTV são perseguidos durante reportagem sobre o caso Luanda Leeks

Reprodução CMTV

Devido ao caso Luanda Leeks, uma equipa de reportagem da CMTV deslocou-se à rua na qual José Eduardo dos Santos, ex-presidente de Angola, habita na cidade de Barcelona. Durante o direto, o inesperado acabou por acontecer.

Um homem saiu da moradia e foi ao encontro dos dois repórteres. Perguntou o motivo de o estarem a filmar e telefonou para a polícia. O jornalista da CMTV, Nuno de Sousa Moreira, tentou explicar que se encontrava numa via pública e que tinha todo o direito de fazer ali aquela reportagem.

Contudo, o mesmo homem continuou a questionar a atuação da equipa de reportagem da CMTV. De modo a evitar problemas de maior, esta foi-se afastando da habitação, mas a perseguição continuou durante todo o direto.

No vídeo seguinte, repetido horas mais tarde na CMTV, é possível ver como tudo aconteceu.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News