Cabo

Porto Canal opõe-se a decisão da ERC

O Porto Canal fez saber esta quarta-feira que vai impugnar judicialmente a reprovação pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social da divulgação de práticas por parte do SL Benfica. A decisão foi revelada num comunicado enviado pelo diretor-geral do canal, Júlio Magalhães.

A condenação da ERC resultou, segundo o comunicado, de uma queixa do Sport Lisboa e Benfica. De acordo com o mesmo documento, a impugnação deve-se ao facto de à entidade visada não ter sido «concedido o direito de fazer prova, de ser ouvido, de argumentar, recuperando um estilo de decidir que se julgava erradicado do Portugal democrático».

O diretor máximo da estação afirma que «continuará nesta luta pela verdade desportiva no quadro do seu direito à informação». O comunicado supramencionado pode ser consultado na íntegra em seguida.

“COMUNICADO

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social entendeu “reprovar veementemente” o Porto Canal por tornar públicas práticas inaceitáveis nas competições desportivas por parte do Benfica.

E como chegou a ERC a esta original e até criativa decisão, depois de uma queixa do Benfica? Simples, recusando que ao Porto Canal fosse concedido o direito de fazer prova, de ser ouvido, de argumentar, recuperando um estilo de decidir que se julgava erradicado do Portugal democrático.

Curiosamente, a decisão só não contou com o voto do conselheiro Mário Mesquita, que se absteve, ele que é o único que apresenta um currículo extenso e seguro como jornalista, o que não pode deixar de merecer registo.

As denúncias que a ERC entendeu agora “reprovar veementemente” deram início a uma revolução no desporto português, decorrendo atualmente diversas investigações por corrupção desportiva e não desportiva a elementos do Benfica, ou que estavam ao serviço do Benfica, estando inclusivamente um deles detido preventivamente.

O Porto Canal afirma veementemente que continuará nesta luta pela verdade desportiva no quadro do seu direito à informação. E, obviamente, irá impugnar judicialmente esta decisão indigna.

O Diretor Geral do Porto Canal

Julio Magalhães”

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luís S. Pereira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luís S. Pereira
Visitante
Luís S. Pereira

A ERC vive neste planeta? Não houve as notícias sobre investigações judiciais em curso? Ou também recebe mails? Ou, pior, é uma toupeira gigante?

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close