Cabo Geral

Obra de Gabriel García Márquez será série da Netflix

A Netflix prepara-se para adaptar a obra de Gabriel García Márquez, Cem anos de solidão. O canal de streaming e a família do prémio nobel da literatura chegaram a um acordo para a cedência dos direitos da obra, o que irá permitir a adaptação para série de uma das obras mais importantes para a literatura latino-americana, sendo a segunda obra hispânica mais importante, ultrapassada apenas por Dom Quixote de la Mancha.

A adaptação acontece depois de várias tentativas de converter a obra em filme, cenário sempre recusado pelo autor por não acreditar ser possível a adaptação ao formato cinematográfico dada a extensão da obra, bem como o seu desejo de que a obra fosse interpretada em castelhano.

Rodrigo García Barcha, filho do escritor, revelou, em declarações à imprensa colombiana, que a série poderá mesmo estrear em 2020, podendo significar também o fim de uma era e o início de uma outra no contexto das produções em espanhol.

O descendente do autor disse acreditar que “agora é um bom momento para as séries, e com o alcance do Netflix, a obra, o autor, a Colômbia e o mundo de Macondo vão chegar a muita mais gente. A uma maior audiência”.

Rodrigo García Barcha disse ao El Tiempo que “o livro é famoso por alguns momentos de realismo mágico, mas esses momentos não são a maioria do livro. Cem anos de solidão é principalmente sobre a vida e a aventura de uma família, as suas histórias, o amor, a guerra, o tempo e o envelhecimento, mas, aqueles momentos de realismo mágico nunca tinham sido possíveis como agora, graças aos efeitos visuais que já estão disponíveis”.

ATV News