Cabo

National Geographic e FOX Movies homenageiam Stephen Hawking

CAMBRIDGE - Stephen Hawking in front of a galaxy projection.

(photo credit: National Geographic Channels/Paul Jenkins)

O mais brilhante cientista dos últimos tempos é homenageado pelos canais National Geographic e FOX Movies, celebrando a sua vida e o seu contributo nos estudos sobre a origem do universo.

 

Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, Stephen Hawking desafiou as leis e viveu mais de 50 anos para lá da previsão dos médicos. Apesar das limitações físicas, veio a tornar-se num dos maiores cientistas de todos os tempos e os seus estudos sobre buracos negros e a origem do universo marcaram a comunidade científica.

 

Os seus estudos e a constante vontade de explorar o cosmos são o mote para esta homenagem ao consagrado cientista. Desafiando os limites da própria vida humana, Stephen Hawking dedicou a sua vida a deslindar os mistérios do universo e inspirou, em diversas obras e academias, pessoas de todo o mundo a olhar para as estrelas.

 

 

Programação National Geographic

 

Emissão: Quarta-feira, 14 de março

Genius by Stephen Hawking: Onde Estamos?, às 23h00

Genius by Stephen Hawking: O que sou?, às 23h50

 

Emissão: Domingo, 18 de março

Stephen Hawking – Ciência do Futuro: Designer de Humanos, às 16h15

Genius by Stephen Hawking: Podemos viajar no tempo?, às 17h00

Stephen Hawking – Ciência do Futuro: Hiperligações, às 17h50

 

Programação Fox Movies

 

 

Emissão: A Teoria de Tudo, quarta-feira, 14 de março, às 21h15

A Teoria de Tudo, sábado, 17 de março, a partir das 14h00

 

Genius by Stephen Hawking – O Professor Stephen Hawking revela o nosso verdadeiro potencial num radical programa sobre ciência que desafia uma seleção de voluntários e o espectador a pensar como os maiores génios do passado e a responder a algumas das questões mais antigas da humanidade. Usando experiências a grande escala e incríveis acrobacias, seguiremos as viagens dos voluntários enquanto lidam com biologia molecular, astrofísica e até mecânica quântica. Descobrindo os génios cujas descobertas ajudaram a construir o nosso conhecimento científico e permitiram-nos resolver questões como “Onde estamos?”, “Estamos sozinhos?” e “Podemos viajar no tempo?”

 

Stephen Hawking: Ciência do Futuro – O Professor Stephen Hawking e uma dinâmica equipa de cientistas enfrentam a missão de explorar os limites da ciência e da tecnologia.

 

A Teoria de Tudo – Nascido em Oxford (Reino Unido), a 8 de Janeiro de 1942, Stephen William Hawking é considerado um dos mais importantes astrofísicos de todos os tempos. Em 1963, enquanto estudante de Física na conceituada Universidade de Oxford, Stephen está decidido a encontrar uma “simples, eloquente explicação” para o Universo. Nesta época, já depois de conhecer Jane Wilde, uma jovem estudante de Artes por quem se apaixona, é-lhe diagnosticada esclerose lateral amiotrófica, uma doença incurável e degenerativa que leva à perda permanente de movimento muscular. Na altura, os médicos dão-lhe mais dois ou três anos de esperança de vida. Com as suas capacidades físicas mais limitadas a cada dia que passa, Stephen casa com Jane, com quem vem a ter três filhos. Com a ajuda dela, supera os maiores obstáculos, sem nunca perder a vontade de viver nem a sua extraordinária capacidade de se assombrar com o Universo. Depois de três décadas de vida em comum, a relação do casal termina e cada um segue o seu caminho…

Um filme dramático sobre o amor e capacidade de superação, realizado por James Marsh (“Homem no Arame”) segundo um argumento de Anthony McCarten. “A Teoria de Tudo” é inspirado na obra biográfica da primeira mulher do cientista, “Travelling to Infinity: My Life with Stephen”, onde Jane Wilde Hawking descreve os seus anos ao lado de Stephen. Com Eddie Redmayne no papel do astrofísico e Felicity Jones no de Jane, o elenco conta ainda com a participação de Tom Prior, Harry Lloyd e Emily Watson, entre outros.

Vencedor de um Óscar de Melhor Ator (Eddie Redmayne) e dois Globos de Ouro – Melhor Ator (Eddie Redmayne) e Melhor Banda Sonora Original (Jóhann Jóhannsson) –, o filme recebeu ainda outras quatro nomeações para os Óscares, incluindo para Melhor Filme e Melhor Atriz (Felicity Jones).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close