fbpx
Cabo Globo

Conheça a história de «Êta Mundo Bom»

Eta Mundo Bom Conheça A História De «Êta Mundo Bom»

Inspirada no clássico iluminista Cândido ou o Otimismo, de Voltaire, a trama decorre na década de 1940, na cidade e no interior de São Paulo. Em 1920, Candinho nasceu na mansão da rica fazenda Goytacazes. A sua mãe, a Baronesa de Goytacazes (Natália do Vale/Eliane Giardini) – Anastácia, engravidou sem ser casada e foi obrigada, pelo seu pai, a separar-se do seu bebé. A «mucama» da baronesa consegue impedir que o homem de confiança do patrão atire o recém-nascido de um penhasco e acaba por deitar o menino num cesto e colocá-lo no rio, à mercê das correntes. A única esperança de Anastácia um dia reencontrar o filho é o medalhão com uma fotografia sua colocado no pescoço do bebé.

Levado pelas águas, Candinho chega à fazenda Dom Pedro II, uma propriedade decadente no interior de São Paulo, onde vivem Quinzinho (Ary Fontoura) e Cunegundes (Elizabeth Savalla). O casal há tempos tentava ter um herdeiro e decide ficar com ele. Mas, não demora para Cunegundes finalmente engravidar e o menino ser deixado de lado pelos «pais», mesmo com a proteção de Eponina (Rosi Campos), irmã de Quinzinho, e Manuela (Dhu Moraes), a empregada da fazenda. Pancrácio (Marco Nanini), amigo da família, também está sempre por perto. Professor de filosofia muito sábio, esperto e generoso, ele acompanha a vida do rapaz desde a chegada à fazenda e interessa-se pela sua origem, com a intenção de o ajudar.

Anos depois, já adulto, Candinho (Sergio Guizé) é um «caipira» típico e vive como empregado na fazenda: cuida de animais, serve à mesa, faz de tudo, sem direito a quase nada. O seu melhor amigo é o burro Policarpo, é a ele que confessa os seus segredos mais íntimos, como o amor que sente por Filomena (Débora Nascimento), filha primogénita dos seus pais adotivos. Os dois cresceram e descobriram o amor juntos, sem nunca despertarem a desconfiança da família.

Um dia, a paixão fala mais alto e Filó e Candinho dão o primeiro beijo. O casal é apanhado em flagrante por Cunegundes, que faz um escândalo e exige a expulsão imediata do rapaz. De partida, Candinho pede para levar o burro Policarpo, seu amigo inseparável. O rapaz vai embora, arrasado, deixando toda uma vida e o seu grande amor para trás.

Preocupado, Pancrácio (Marco Nanini) alcança o «caipira» na estrada e aconselha-o a ir para São Paulo, em busca da sua mãe. O filósofo soube, através do ex-capataz de uma rica fazenda, que um bebé tinha sido abandonado na mesma época do seu nascimento e que a mãe, de sobrenome Goytacazes, ter-se-ia mudado para a capital. Ainda com o medalhão no pescoço, Candinho assume uma missão: reencontrar a sua mãe.

Acompanhado do seu inseparável amigo, o burro Policarpo, Candinho parte rumo à«cidade grande». A mãe, a esta altura, é uma viúva milionária e também está à procura do filho na capital. Para isso, conta com a ajuda do detetive Jack (David Lucas), da melhor amiga Emma (Maria Zilda Bethlem) e do advogado Araújo (Flávio Tolezani). Mas, Anastácia não faz ideia de que a sobrinha, Sandra, fará de tudo para atrapalhar esse encontro, uma vez que teme perder a posição de herdeira. Personificação da falsidade, Sandra é doce e generosa à frente de Anastacia, porém por trás, é gananciosa e interesseira.

Êta Mundo Bom estreia dia 15 de agosto, às 20h, no canal Globo, exclusivo NOS e, agora, Vodafone TV.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News