fbpx
Cabo

Canal Odisseia estreia Guerreiros do Ar

F 22 Guerreiros No Ar Odissiea Canal Odisseia Estreia Guerreiros Do Ar

Desde o primeiro voo a motor em 1903, o Homem sempre sonhou dominar os céus através do desenvolvimento e construção de aviões para fins militares. O Canal Odisseia estreia a 9 de julho a temporada 6 da série documental Guerreiros do Ar, que vai esmiuçar a tecnologia de ponta que se esconde em seis dos aviões de combate mais influentes do ponto de vista da moderna engenharia de guerra.

 

Falamos do mítico MiG-15 russo, do F-22 Raptor, do Grumman F6F Hellcat, do McDonnell Douglas F-4 Phantom, do Lockheed AC-130 e do Dassault Rafale. Numa produção de 2018, os primeiros quatro aviões estarão em destaque nas segundas-feiras de julho, às 22h35. Os últimos podem ser vistos em agosto.

 

O primeiro episódio é dedicado ao mítico avião russo. Quando os primeiros MIG-15 soviéticos surgiram na Guerra da Coreia, os pilotos americanos ficaram impressionados com as capacidades do seu novo inimigo.

 

Ágil e com um motor a reação capaz de alcançar velocidades supersónicas, o MIG-15 foi concebido com um único propósito: emboscar e abater os bombardeiros B-29 que destruíam as infraestruturas da Coreia do Norte. Não perca a história e a evolução desta máquina de combate a 9 de julho, às 22h35.

 

O F22 Raptor, da Lockheed Martin, nasceu para ser o avião a reação do século XXI. Porém, uma combinação de atrasos, de custos elevados, problemas com os fabricantes e um ambiente de combate em mudança levou ao encerramento da sua produção em 2012. No segundo episódio de Guerreiros do Ar, a 16 de julho, às 22h35, vamos conhecer a tecnologia furtiva na aviação de guerra.

 

No terceiro episódio, a estrear em 23 de julho, às 22h35, vamos descobrir as surpreendentes características do F6F Hellcat, que mudou o rumo da Segunda Guerra Mundial. Este avião, que garantiu a vitória dos Aliados, foi desenhado durante o conflito para enfrentar “cara a cara” o japonês A6M Zero e permitir à Marinha dos EUA controlar o Pacífico.

O McDonnell F-4 Phantom posicionou-se como um dos melhores aviões de guerra do século XX. Foi produzido em maior número do que qualquer outro caça ocidental da época e esteve ao serviço da Força Aérea e da Marinha norte-americana, assim como de outros 11 países de todo o mundo. O quarto episódio mostra-nos de perto um dos jatos de combate mais eficazes de história bélica dos EUA, no dia 30 de julho, às 22h35.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News