fbpx
Big Brother 2020 TVI

Sónia sentiu vergonha após “barracada” que armou na última semana no Big Brother

big-brother-sonia-jesus-1
Reprodução TVI Reality

Na fase inicial do reality-show, ainda no Zoom, tornou-se uma das favoritas do Big Brother 2020, da TVI. Porém, à medida que as semanas foram avançando, as várias atitudes que foi tendo na casa valeram-lhe muitas críticas dos fãs.

A proximidade aos kamikaze, embora nunca se tenha alistado, ou pedir tabaco às escondidas, em detrimento de outros bens essenciais, foram alguns exemplos. Mas a situação agravou-se na última semana na casa. Eleita líder, na gala de 21 de junho, acabou por ter, um dia depois, uma forte discussão com Noélia. O modo como gesticulou e gritou levou-a a ser comparada, nas redes sociais, a Pedro Soá.

Depois, perante a passagem de um avião destinado a Daniel Monteiro e a Iury, assinou ainda um polémico comentário no qual afirmou que as brasileiras são de uma raça “da favela”. Tal foi considerado insultuoso por parte da produção e valeu-lhe dois castigos: a perda da liderança e a nomeação direta para a semana seguinte. Foi a gota de água para a nortenha…

Arrumou as malas, ameaçou que iria sair e fê-lo mesmo, dias depois, na gala de 28 de junho. Segundo uma fonte próxima da família, a Sónia “ficou bastante revoltada com o castigo que recebeu” e acabou por sentir “que estava a envergonhar a família e as duas filhas”.

E por falar em vergonha, de recordar que as declarações sobre as mulheres brasileiras caíram muito mal no lado de lá do oceano. Chegou mesmo a ser notícia no Brasil – e pelas piores razões.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News