TVI

Tozé Brito: «Espero que o Luís Jardim perceba que a Luciana não é pera doce»

Tozé Brito

Luciana Abreu atingiu o auge do sucesso em 2006, quando protagonizou a novela da SIC, «Floribella». Dois anos depois, após o fim das duas temporadas da produção infanto-juvenil, a estação de Carnaxide lançou «Lucy», o programa matinal de fim-de-semana virado para as crianças e adolescentes, em que Luciana era a apresentadora. Mas nem tudo foi um «mar de rosas», que o diga Tozé Brito, autor dos temas musicais do programa. Agora, o músico alerta Luís Jardim que está já a preparar o CD de Luciana Abreu, a vencedora da segunda temporada d’ «A Tua Cara Não Me É Estranha».

«A SIC entrou em contacto comigo e pediu-me para escrever temas para uma série nova, “Lucy”, que era o follow up da “Floribella”», começa por dizer Tozé Brito à revista TV7Dias, acrescentando que «Na altura disse ao Zé Serrão, que era o diretor da iPlay: “Tenho muito gosto em escrever, mas quero conhecer a Luciana pessoalmente.”. E aí comecei a perceber que íamos ter problemas! Não era entre mim e ela, era com o programa e as canções.», recordou. E o músico explica: «A SIC e a iPlay, que me estavam a encomendar e a pagar o trabalho, diziam: “Isto é um programa que é suposto ser a continuação da Floribella“, ou seja, para um público jovem, maioritariamente feminino e na faixa dos dez aos 14 anos. Mas quando falei com a Luciana comcecei a perceber que ela queria ser uma Jennifer Lopez, uma Rihanna, uma cantora completamente adultam que apanhava o público jovem, mas também o adulto e com uma imagem completamente distinta do que a SIC me dizia.». E completa: «A Luciana queria fazer da “Lucy” uma figura com uma carga sensual enorme, demais para aquele target infantil e para o horário matinal.», acrescentou.

Tozé Brito acaba por atribuir a Luciana Abreu a culpa do formato não ter resultado. Segundo o músico, a apresentadora «batia o pé» para levar sempre a sua avante,  fazia birras dizendo que não queria cantar determinadas músicas e mudou radicalmente o conceito do formato do programa (desde as roupas ao cenário). E porque é que a SIC aceitava tais caprichos? «O investimento já estava feito e o programa já não se conseguia travar, A SIC tinha andado a anunciar o regresso da Luciana durante meses. Dizer que já não havia programa teria sido muito mau para a SIC… e para ela.», explicou Tozé Brito à mesma publicação. «Ela queria impor a vontade dela, com tiques de vedeta. A maior prejudicada do falhanço foi a Luciana e, se calhar, ainda hoje está a pagar a fatura!», acrescentou.

Agora, Tozé Brito dá um recado a Luís Jardim, presidente do júri d’ «A Tua Cara Não Me É Estranha» da TVI. Sabendo da admiração de Luís Jardim por Luciana Abreu e a empatia que existe entre ambos, o compositor avisa: «A empatia entre a Luciana e o Luís Jardim pode ser-lhe altamente favorável se ela souber trabalhar com ele e ouvi-lo… O Luís também tem uma personalidade muito forte e é um brilhante músico, com um passado que fala por ele. Por isso, se ela teimar em só fazer o que quer, vai ter muitos problemas. Mas se tiver a humildade de ouvir o Luís, pode ir muito longe e ter um grande futuro.», diz à mesma publicação, acrescentando que «Espero que o Luís tenha capacidade para perceber que a Luciana não é pera doce, embora tenha um potencial fantástico. Ele vai ter de trabalhar numa situação de compromisso em que tem de dizer “Aqui mando eu”. Eu conheço-o e, se ele quiser falar comigo, tenho a experiência de trabalhar com a Luciana… e não foi boa. Há que ouvir as pessoas que não conseguiram tirar nada… porque ela não deixou. Foi talvez o projeto em que me senti mais desiludido, por perceber o potencial que tinha e por a Luciana não se aperceber da oportunidade que lhe estavam a dar. Ela não aproveitou. Eu voltava a escrever para ela, mas dentro de certas regras.», concluiu.

  • Biller

    A personalidade da Luciana Abreu a ser desmacarada.

    • biller

      O Biller que deu esta opinião não é o original. Eu sou o original como podem os moderadores saber pelo email. Quanto ao tema, a Luciana errou, tal como qualquer pessoa. Muita força Luciana.

  • Rosa

    Por muita credibilidade que este senhor possa ter, achei de muito mau gosto esta entrevista dele. Neste momento pareceu-me mais um pouco ter “pena” de não poder aproveitar o potencial da Luciana e ganhar bastante dinheiro com ela. Avisar o Jardim do feitio dela? Istro é incrivel ao que chega a maldade das pessoas. E o Jardim não é suficiente para perceber como ela é? E por acaso ela não pode ter mudado? Este senhor até dá uma imagem dela de má profissional, coisa que todos que trabalham com ela referem o seu profissionalismo.Se pretendia dizer alguma coisa ao Jardim que o dissesse pessoalmente e não através de entrevistas. E parece-me que na altura do programa “Lucy”o objetivo dela era fugir à imagem da Floribela e a SIC continuava a pretender que isso continuasse (dava dinheiro) daí algumas atitudes dela, Mas as pessoas aprendem com os erros!

  • Ricardo

    Temos de ter cuidado com os emails que recebemos oh malta ‘atelevisão’ 😉

    • vendeira

      Que emails?

  • Mikelina

    Acredito piamente neste senhor, reconhecido como um expert no seu meio e pelo país inteiro. Afinal, ele vem de encontro ao que muitos de nós sabem e pensam. Adivinha-se já uma carreira turbulenta, depois de vários episódios pessoais igualmente confusos, por mais que ela queira fazer-se de vítima.
    Para começar, nem deveria ter ganho a gala da TVI, mas havia um favoritismo que pendia para a sua vitimização. Não se enganem com a sua voz doce, porque só assim é quando lhe convém.
    Enganou o Luis Jardim, que já deve estar a arrepender-se, e que se viu na necessidade de a colocar mais longe dele, apesar de a ajudar.
    Era tudo óbvio, cada vez admiro mais o FF, a sua atitude, a sua presença, o saber estar e a sua humildade.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close