TVI

Saiba os detalhes do ‘casting’ de «Morangos com Açúcar»

Foram vários os jovens que tentaram a sua sorte no casting de «Morangos com Açúcar», com o grande objetivo de vingar no mundo artístico. Em três dias, cerca de 9000 pessoas prestaram provas e Carlos Costa, concorrente da 3ª edição do «Ídolos», também não faltou (outro jovem conhecido do grande público, a par de Henrique Carvalho que já tínhamos noticiado, anteriormente, como um dos presentes no casting). E esta grande afluência tem uma explicação para Hugo de Sousa, diretor de projeto da série:  «Um dos motivos é o fenómeno da popularidade, sem dúvida. Outro acho que está associado ao facto de, se olharmos para há 20/30 anos, quem queria ser ator, de uma forma mais geral, era quase proibido pelas famílias. Hoje há uma maior abertura. Antes só havia o conservatório e foram surgindo mais escolas e workshops. Isso faz parte do crescimento do País.», disse à revista TV 7 Dias.

Concretamente, em relação ao casting, «O que tentamos em várias fases é dissecar o talento. Claro que também procuramos imagem, mas muitas vezes a imagem não quer forçosamente dizer que procuramos meninas todas jeitosinhas e meninos bonitinhos… Quando se procura uma determinada imagem, muitas vezes pode-se estar à procura de alguém mais gordo, mais magro, com cabelos mais compridos ou curtos, ou de outra raça», revela Hugo de Sousa, salientando que «Neste momento é o que surgir. Se tivermos muito talento, vamos experimentar. Podemos chegar à conclusão que precisamos apenas de ‘X’ pessoas para a próxima série de verão, mas depois podemos guardar outros candidatos para séries futuras ou outros produtos da Plural ou da TVI.».

Já no que consistiu o casting, os participantes «Têm uma pequena conversa, de um ou dois minutos, com a mesa de receção, onde estão atores da TVI, o departamento de castings da Plural e eu. Fazemos uma primeira conversa para pôr as pessoas à vontade e para percebermos a dicção e tom com que falam… Depois são divididos por seis salas de casting, onde cada um deles tem oportunidade de, durante um minuto e pouco, interpretar o texto que lhes é dado. Vamos levar umas semanas a analisar cada um.», desvendou o diretor de projeto da série à referida publicação.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close