TVI

Rita Pereira e Nuno Homem de Sá de costas voltadas

nuno homem de sa

Na ficção são pai e filha. Em plateau, Nuno Homem de Sá e Rita Pereira incompatibilizaram-se. Na novela Destino Cruzados, Nuno Homem de Sá dá vida a Humberto, o pai de Fernanda, interpretada por Rita Pereira, mas nas gravações o ambiente entre ambos os atores é instável, avança a revista TV Guia. Nem a confirmação da atriz, de que «há um excelente ambiente entre todos», afastam os rumores.

«Não está a ser fácil. Eles não se entendem desde que o Nuno disse que na novela existiam muitas mulheres e muitas estrelas. A Rita ficou ofendida e, desde aí, as coisas nem sempre correm bem», contou fonte da Plural à revista. O episódio terá incomodado Rita Pereira e desde então viveram-se momentos muito tensos, com os dois profissionais a discutirem abertamente no set, adianta a publicação. «Apesar de tudo, são profissionais e fazem as cenas à primeira. Só que quando acabam nem falam um com o outro», explica.

Contactado pela revista, Nuno Homem de Sá riu-se e escusou-se a fazer comentários, no entanto voltou a reforçar a ideia de que existe na produção um excesso de estrelas: «Isto tem um elenco fortíssimo de mulheres… e de homens… e não é pêra doce para a produção atender a tantos desejos, tantas vontades. Eu já estou habituado», explicou.

«Há pessoas que são atores e há pessoas que deviam ser mais humildes. Quando há muitas mulheres todas querem a mesma atenção. Não é fácil dá-la a todas por igual. E há umas que querem o que não merecem», contou sem nunca revelar o nome de Rita Pereira.

A trabalhar ao lado de Alexandra Lencastre, Virgílio Castelo e Marina Mota o ator confessa: «Passo bem sem ser estrela. Não sou exigente, não faço a produção perder a cabeça. Trato todos com profissionalismo. O que faço todos os dias é vir gravar, fazer o meu trabalho e, depois, volto para casa, para a minha família. Isso é o mais importante». «Não ligo a estrelas, nunca liguei… nem aturo. Não colaboro com certas situações. Nunca colaborei. Não aturo certas coisas. Mas não faço a vida negra a ninguém. Mas também não gosto que me deitem abaixo»,conclui.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close