Resumos TVI

“Remédio Santo” resumo de 7 a 13 de maio

Episódio 233

Eugénia entra de rompante no quarto de Violante e diz-lhe que precisam de falar sobre a relação dela com Armando. Violante diz que ela não tem nada a ver com o assunto, mas Eugénia avisa-a para se manter longe de Armando senão despede-o. Eugénia exibe os documentos e afirma ser a nova proprietária das terras que eram de Armando.

Aurora tenta convencer Gonçalo que ele está sob um feitiço, porém este não cede e avisa-a que vai chamar a polícia se ela não o deixar em paz. Ângelo diz a Aurora que não podem demorar mais tempo ali, mas esta num ato de desespero beija Gonçalo. Helena aparece e dá com Ângelo, que apesar de tentar, não consegue impedir que ela entre no consultório e dê de caras com Aurora. Helena fica muito surpreendida e a Santa diz-lhe que está grávida de Gonçalo. Helena afirma que ele é só dela e ordena Gonçalo que mate Aurora e o bebé. Aurora fica ainda mais em choque quando Gonçalo confirma que se vai casar com Helena. Zacarias aparece e manda Helena parar, pois quer o filho de Aurora vivo.

Ângelo acorda e consegue tirar Aurora do consultório, depois de Zacarias hipnotizar Helena. Zacarias persegue-os mas é detido pelo som da flauta tocada pelo pastor, deixando os dois escapar.

Maria Caixões entra a gritar que encontrou Renato morto num dos seus caixões. Maria Polícia sossega-a, afirmando que é apenas o cartaz do coxo mas pergunta como aquilo foi ali parar. Maria Coveira encolhe-se e as irmãs lembram que elas agora podem ser acusadas outra vez de tentarem sabotar a campanha de Renato. Maria Coveira afirma que o amor não tem limites, mas Maria Polícia aconselha a devolver a figura sem grande alarido.

Sebastião diz a Evangelina que está preocupado com Chantilly, acha que o cão tem andado triste e que talvez seja boa ideia mudarem-se para casa de Hortense. Evangelina rejubila e diz que é melhor viverem em casa de Hortense do que numa casa de hóspedes.

Sara prepara o seu jantar com Renato e pergunta a Amélia se ela não se quer juntar. Amélia diz estar de saída, escolhe um vestido muito sensual e afirma para si, com olhar gélido, que aquele é o dia de Daniel.

Amélia acusa Daniel de não ser como os outros homens da família, pois só pensa no próprio umbigo. Daniel, irritado, pede-lhe que saia mas muda de atitude, assim que Amélia lhe fala do tesouro de Zé Tavares, que viu com os próprios olhos, e afirma ir procurá-lo sozinha, deixando Daniel pensativo.