Resumos TVI

“Remédio Santo” resumo de 25 de junho a 1 de julho

Episódio 251

Edgar diz a Miguel que Clarinha antes de ter sido assassinada fez uma queixa contra Renato na Comissão Nacional de Eleições. Miguel garante que não houve batota, mas Edgar explica que não confia em Renato e que vai para a frente com a queixa também para honrar a memória da irmã. Miguel surpreende-o, afirmando que o vai ajudar.

Enquanto Armando se mostra receoso a Ângelo, este diz-lhe que vai testemunhar a seu favor em tribunal. Eugénia mostra a notificação para o julgamento e faz crer a Violante que o destino de Armando está nas suas mãos. Violante pede-lhe que pense bem no que vai fazer porque o problema é entre elas as duas e não Armando. Eugénia diz que irá fazer o que achar certo mas deixa no ar a dúvida e medo de Violante.

Gonçalo e Eugénia combinam um plano para terem a certeza da cegueira de Helena. Gonçalo borrifa-se com o perfume intenso de Eugénia, Helena reconhece o cheiro e pergunta a ex-sogra por que não fala, acusando-a de estar a gozar com ela. Gonçalo revela-se e Helena tenta chegar perto dele. O Monforte acusa-a de ter uma obsessão doentia e que nunca mais vai chegar perto dele. Ele sai e Helena fica desesperada com ar enlouquecido a gritar pelo seu amor.

Hortense prepara a festa surpresa para ajudar as mulheres sozinhas. As três Marias observam o bar muito intrigadas, sem saber o que se vai passar ali. Hortense anima todas as mulheres presentes e diz-lhes que vai começar a festa onde se vão sentir felizes.

Eugénia diz a Armando que o depoimento dela depende dele. Armando fica tenso e engole em seco quando ela o chantageia e lhe diz que, ou larga Violante ou está tramado em tribunal. Armando afirma que não cede a chantagens de ninguém e que ela mais uma vez mostrou o seu carácter. Eugénia tenta falar mas ele não lhe dá hipótese expulsa-a de casa.

Renato diz a Sara que está a tratar de alugar o antigo consultório de Celso e Gonçalo para começar a fazer as festas “calientes de Mundão”. Enquanto Renato informa Sara que ela irá trabalhar junto com ele, aparece uma funcionária da junta que, com uma garrafa na mão, se insinua a Renato. Sara furiosa levanta-se deixando Renato muito atrapalhado.

As Três Marias vão à festa de inauguração de Hortense e no final fazem-lhe muito elogios. Hortense afirma que irá ajudar todas as mulheres infelizes de Viseu.

Ester aparece no largo da Sé, pavoneando-se de forma provocadora, enquanto uns rapazes assobiam. Esta mete-se com um homem de quem tira o cigarro, deixando outros sem capacidade de reacção à forma desinibida e quase predadora como se passeia.

Ema aparece no Mundão e vai ter com Olinda e Deolinda, que estão a meter os mexericos em dia. Ema mostra-lhes um papel e pergunta se a podem informar onde é aquela morada.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close