Resumos TVI

«Remédio Santo» resumo de 20 a 26 de agosto

 

277º Episódio

Ema pede desculpa pelo atraso a Renato e este, depois de afirmar que sabe que ela não dormiu em casa, avisa-a que a irmã gémea anda a causar muitas confusões. Nervosa, Ema,  lembra que não tem nenhuma irmã e deixa Renato surpreendido pela exaltação dela. Nesse momento, aparece Sara que depois de ouvir Ema avisa que a vai levar ao médico.

Zacarias e Aurora enfrentam- se e este acusa-a de não ter protegido Gabriel e, por causa disso, Helena raptou-o. Aurora, cada vez mais fraca, avisa que Deus a vai ajudar, mas Zacarias tenta convencê-la que o Deus dela já a abandonou. Aurora pede-lhe que se vá embora e Zacarias sai, sem antes dizer que tem pena que ela não o ouça porque Deus não quer saber dela.

Armando revela a Violante que o velho notário confirmou que Álvaro falsificou a escritura das terras. Violante fica aterrorizada e lembra-o que está a falar do próprio pai. Armando conta ainda que o pai não deixa de ser um ladrão e que provavelmente também matou o casal desaparecido. Violante pede para que ele não conte nada a Miguel, pois iria ficar devastado. Armando afirma que já se percebeu a quem Helena sai e acalma Violante prometendo que da boca dele nunca sairá nada.

Dora entra em casa e pergunta a Ester porque é que está vestida com as roupas de Ema. Esta, tensa e nervosa, diz que não é Ester. Sara pergunta à filha como é que sabe que ela é Ester e Dora explica que Ester se cortou no dia anterior e foi ela quem lhe fez o curativo. Sara pergunta a Ema como é que ela se cortou e esta engole em seco sem resposta. Sara marca uma consulta médica e explica a Ema que ela tem um problema que irão resolver juntas. Na primeira celebração eclesiástica dos Iluminados, os ministros Padre Venâncio e Jacinta prepararam um canto em honra de Aurora, a Santinha da Luz, que Miguel inicia a pedido de Jacinta. Contudo, Olinda interrompe perguntando se ele não é o irmão da bandida Helena e Jacinta responde que nem todos os filhos de Deus são iguais e que Miguel é amigo de Aurora. O cântico prossegue entoando nos altifalantes da igreja. Gonçalo e Ângelo combinam, em clima de conspiração, o plano para voltar a tentar descobrir e resgatar Gabriel. Gonçalo avisa que Aurora não pode saber de nada porque tem medo que o sofrimento dela possa ser um obstáculo. Ângelo mostra-se confiante que vai tudo correr bem e fica assustado quando ouve a voz de Helena a gritar por Gonçalo. Ângelo esconde-se e ela entra, afirmando que andava à procura dele. Este consegue tirá-la dali de modo que Ângelo possa sair sem ser visto.

Maria Polícia entra na agência funerária e depara-se com Maria Coveira que fica muito atrapalhada. A Sargento pergunta se ela viu Maria Caixões, mas Maria Coveira, mostrando-se ainda mais nervosa e atrapalhada, responde que não. Maria Polícia repara no estado na irmã e pergunta o que é que ela faz ali. Maria Coveira deixa a irmã muito desconfiada quando conta que está a fazer limpeza ecoloca-se a limpar o pó com as mãos.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close