Resumos TVI

«Mundo ao Contrário»: resumo de 15 a 21 de abril

Episódio 3

Constança e Rodrigo continuam a tentar resolver o problema do cartão de crédito no hotel, mas Constança apercebe-se de que não há solução à vista. Foi Pedro quem lhe cancelou os cartões e quando Rodrigo tenta usar o seu, a mãe impede-o. Rodrigo liga a Maria que lhe conta que foram despejados. O primo pergunta onde eles estão agora e ela diz-lhes que estão à porta de casa de Catarina.Patrícia tenta arrumar a casa para se distrair. Embora Adelaide lhe diga que ela devia estar no salão a gerir o negócio, agora que tem de criar a filha sozinha, Patrícia diz não conseguir aguentar os olhares das clientes. Tocam à campainha e surge uma técnica da comissão de proteção de menores para falar com Patrícia sobre Sarita. Patrícia conversa com a técnica e diz-lhe que não fazia ideia dos negócios do marido. A técnica não parece muito convencida e avisa-a que, se se provar que Patrícia era conivente com Viana, as coisas podem tornar-se complicadas. Catarina caminha pela rua distraída quando Micael pára a mota das entregas mesmo à sua frente. Os dois trocam um olhar intenso e Micael diz-lhe que trabalha ali. Simão sai da loja de frangos e apresenta-se a Catarina lamentando a perda do pai. Tentando ser simpático, Simão oferece um frango a Catarina que recusa por não comer carne.

Maria toca à campainha, mas ninguém atende do outro lado. Salomé olha, enojada, à sua volta preferindo ir embora. Mas Catarina chega nesse momento e não consegue esconder a surpresa em vê-los ali. Maria pede para ficarem lá uns dias e Catarina acede, mostrando-lhes o sítio onde podem ficar. Salomé mostra-se horrorizada com o estado da casa e do quarto que Catarina lhes indicou, mas João diz que a irmã já fez muito em deixá-los ficar ali.

Cila vai ao café à procura de César, mas Graciete diz-lhe que ele não está. Maneca chega e coloca um maço de notas discretamente em cima do balcão. Graciete finge limpar o balcão e agarra o maço de notas, colocando-o no pote. Enquanto isso, vão conversando com Cila que tenta saber que negócios César foi tratar com Maneca, mas o rapaz não abre a boca.

Embora Lara queira impedir a saída de Clara a todo o custo, tanto Pedro como Clara se mantêm firmes na sua decisão. A empregada vai embora, deixando para trás uma devastada Lara que se sente mais abandonada que nunca.

Catarina e João bebem cacau quente enquanto conversam sobre o futuro. Subitamente tocam à campainha e quando Catarina abre, surpreende-se ao ver Rodrigo, sorridente e Constança, muito nervosa. Mãe e filho pedem guarida a Catarina.

Constança tenta desculpar-se dizendo que só vão ficar por uns dias, pois não querem incomodar Catarina. Constança mostra-se muito nervosa e desconfortável naquela situação e diz à irmã que nem imagina o que Catarina deve estar a pensar dela depois de tudo o que Constança lhe disse. No entanto, a reação de Catarina é surpreendente, perguntando simplesmente se Constança também quer cacau quente e dizendo-lhe que pode ficar quanto tempo quiser.

Para mostrar que o grupo Malta está a entrar numa nova fase, Pedro organiza um grande jantar no Don Pellegrino. Embora Gilberto estranhe Pedro organizar o jantar no dia seguinte ao enterro do sogro, Pedro desvaloriza, afirmando que é o momento certo para avançar com os negócios.

Salomé está muito nervosa enquanto Rodrigo conta a João o que se passou no hotel. Sem querer, deixa cair uma chávena e corta-se, saindo da sala, furiosa. Preocupado, João segue-a, mas a mulher rejeita-o e pede para ficar sozinha. Salomé pega num pequeno frasco que traz com ela e que contém cocaína. Ao perceber que já tem pouca, fica ainda mais nervosa.

Lara janta em casa de Micael e Amélia faz tudo para a agradar, sendo até um pouco excessiva. Simão queixa-se do jantar, dizendo que não gosta de peixe, mas a mulher não lhe liga, só tendo olhos para Lara. Quando a rapariga diz que não lhe apetece voltar para casa pois sente que está demasiado vazia, a mãe do namorado convida-a para dormir lá em casa, fazendo com que a rapariga se sinta envergonhada. Apesar de Lara ter ficado acanhada com o convite de Amélia, a verdade é que, quando Micael a vai levar a casa, ela lhe diz que gostava de ter dormido com ele. Sem esperar muito, Lara beija o namorado de forma insinuante e os dois fazem amor no carro.

Maneca vai ao restaurante levar uma rapariga nova e é mal tratado por Paula. Mas Maneca não se deixa ficar e, quando Paula sai do restaurante, ameaça-a. Paula fica muito assustada e chora compulsivamente. Ao vê-la naquele estado, Gilberto leva-a de volta para o restaurante e tenta acalmá- la. No entanto, Gilberto deixa-lhe um aviso, se Paula não aprender a lidar com aquele tipo de gente, terá de a substituir.

Pedro vai para a cama com Marisa e a empregada prepara-se para se aninhar com o patrão. No entanto, Pedro rejeita-a e manda-a embora. Confusa, Marisa diz que pensava que as coisas iam mudar agora que Constança foi embora, mas Pedro diz-lhe que Constança há-de voltar quando perceber que não é nada sem ele.

A polícia aproxima-se do carro de Micael e Lara e batem no vidro. Perante uma resposta mais arrogante de Lara, o polícia pede-lhes os documentos que a rapariga não tem com ela. Assim, vão todos a casa dela para ver os documentos e são surpreendidos por Pedro. Os polícias tomam nota dos dados dos documentos de Micael e Lara e vão embora. Pedro manda a filha para o quarto e confronta Micael, perguntando-lhe como é que ele foi capaz de pôr a filha naquela situação. Pedro descompõe Micael sem lhe dar oportunidade de se defender.

Em casa de Catarina todos parecem ter acalmado. Rodrigo e Maria dormem na sala descontraidamente. Mas Rodrigo tem um plano. No dia seguinte, Rodrigo vai ao encontro de Pedro para conversarem. Rodrigo lança duras palavras ao pai, dizendo que o que ele fez à mãe e ao avô foi muito injusto. Pedro defende-se dizendo que apenas estava a defender o património da família e que Constança podia ter ficado lá em casa se tivesse pedido desculpa. Sendo que não o fez, ele não a sustenta mais e se Rodrigo decidir seguir as pisadas da mãe, também ficará sem mesada. O filho afirma não precisar do dinheiro do pai para nada e diz-lhe que estão todos a viver com Catarina. Ao saber isto, Pedro faz com que Catarina seja despedida, deixando a família toda com uma mão à frente e outra atrás. 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close