TVI

Moniz comenta impasse vivido com “Morangos com Açúcar”

A continuidade ou não da série juvenil do canal de Queluz de Baixo ainda dá muito do que falar e, no mesmo artigo em que Hugo de Sousa, coordenador do projecto, garante que a trama não vai chegar ao fim, outro impulsionador dá a sua opinião sobre tudo o que se tem passado.

“Tudo na vida tem um fim. Se a série morrer, ao menos restará a lembrança dessa vontade de ter tentado, sem medo, imprimir renovação a um mercado habituado a asas curtas”, começa por dizer José Eduardo Moniz à edição desta semana da revista Notícias TV, acrescentando que “A série ficará na história da televisão portuguesa como marco de criatividade, ousadia e oportunidade. Descobriu autores e atores dando abertura ao surgimento de talentos em muitas áreas, transformou-se num produto que não se limitou ao ecrã e se converteu mesmo, em muitos aspectos, num fenómeno social”.

A terminar, o antigo responsável da TVI confessou: “Criticado positiva ou negativamente, transportou o atrevimento de romper com padrões estabilizados e convencionais de fazer televisão”, finalizou.

  • Alguem

    Nem mais!

  • joão rodrigues

    ja vai tarde! esta série é insuportável…1 lixo para os jovens!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close