TVI

Manuela Couto revela como foi difícil gravar no Brasil

Manuela Couto

Manuela Couto

Manuela Couto integra atualmente o elenco da nova aposta da TVI na ficção nacional, Belmonte, interpretando a personagem Sofia depois de terminar as gravações, ainda no decorrer deste ano, de Doida Por Ti.

Foi a segunda vez, a primeira foi no decorrer das gravações da série Equador, que a atriz vai ao Brasil gravar uma produção da estação de Queluz de Baixo. À Correio TV começa por dizer que «Para nós todos foi muito, muito duro, mas sabíamos disso. Porque estamos a gravar no meio de uma imensidão», descrevendo a zona onde gravaram: «O Pantanal é a maior zona alagada do Planeta. As distâncias são muito grandes e as condições não são confortáveis. Dormíamos dentro de um pântano, onde há cobras, jacarés e macacos e já não os podíamos ouvir».

As gravações de Belmonte foram de tal forma intensivas que os atores acordavam às quatro da manhã para estarem prontos a gravar uma hora depois. No que toca às temperaturas, no Pantanal estavam «Seis graus à noite». Manuela Couto confessou que «Nem íamos preparados para isso. Mas depois aqueceu. Daqui a uns meses, montes de sítios onde estivemos a gravar vão estar alagados», lamenta.

Belmonte, uma adaptação do original chileno Hijos Del Monte, é escrito por Artur Ribeiro e tem estreia marcada para o próximo dia 23. Contudo, a TVI emitiu ontem, após o Jornal das 8, uma apresentação da novela e amanhã lança o primeiro episódio em antestreia a anteceder o Dança Com as Estrelas.

  • AGNES

    a diva da novela <3

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close