TVI

Luciana Abreu sente a responsabilidade de ser a favorita de «A Tua Cara Não me é Estranha 2»

Ao cabo das primeiras duas galas de A Tua Cara Não me é Estranha 2, há uma realidade já bem presente e que tem sido falada um pouco por todos os meios. A eterna Floribella é mesmo a favorita do público e os votos que tem alcançado têm sido provas disso mesmo.

Contudo, desengane-se quem pense que tudo isso beneficia a jovem cantora. Muito pelo contrário. Luciana Abreu sente o peso da responsabilidade, tal como a própria confessa, em declarações à revista ANA desta semana.

Antes de entrar no palco para imitar Dulce Pontes, a mulher de Yannick Djaló estava com as pernas a tremer: “Era de nervos. Volta e meia esquecia-me da letra e estava a entrar em pânico. Depois, aquelas escadas também não me ajudam muito, pareço sempre uma cavaleira a descê-las”, começa por dizer, com um sorriso nos lábios, acrescentando em seguida que sente que cada vez mais “a responsabilidade é maior. E se eu canto mal ou me esqueço da letra? Eles são os primeiros a apontar-me. Sou como os outros, também me cascam”, explicou, referindo-se ao júri.

Apesar de a sua vitória na gala final será quase que um dado adquirido, Luciana Abreu confessa que “pela primeira vez, e juro pelas minhas filhas, entro num concurso sem o intuito de vencer. Para mim vencer é estar a ouvir os elogios do júri, a receber o carinho do público e a proporcionar uma mudança na minha carreira. Este é o meu grande prémio neste concurso, quer fique em primeiro, segundo ou terceiro lugares”, finalizou.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close