Resumos TVI

«Louco Amor»: resumo de 31 de dezembro a 6 de janeiro

Louco Amor

Louco Amor

Episódio 197

Chico não aparece para trabalhar e Rafael diz que é melhor assim, prefere não o ver enquanto não souber como vai devolver o dinheiro que tirou da conta do sobrinho. 

Júlio conta a Mafalda a sua história com Carlinha e diz-lhe que nunca foi feliz ao lado dela. A empatia de Júlio e Mafalda vai-se tornando cada vez maior. 

Carlinha gasta dinheiro que ainda não tem e vai pedir um adiantamento a Carlota. Esta recusa o pedido da rapariga, e diz-lhe que a sua advogada é que vai tratar de tudo. 

Graça vai a casa de Carlos e garante-lhe que vai confrontar Rafael e ele vai ter de explicar o que se passou com o dinheiro de Chico. Carlos, hesitante, acaba por contar que Rafael mandou matar António. Ele é bem mais perigoso do que Graça pensa e ela deve tomar cuidado. Pede-lhe que não fale sobre o assunto, têm de apanhar Rafael de surpresa. 

Carlota fala com Carlinha e compara-a a Custódia. Se ela só pensa em dinheiro, vai acabar sozinha e amarga. 

Júlio fica a saber que Carlinha tratou Margarida como uma mera empregada e vira-lhe as costas. Já fragilizada pela conversa com Carlota, Carlinha começa a chorar de raiva. Diz a Lucinda que Júlio deixou de gostar dela por ser rica. 

Elsa, convencida que Onofre está a ser ameaçado, tira-lhe o telefone das mãos, diz a Custódia que devia ter vergonha do que está a fazer e desliga-lhe a chamada na cara. Onofre fica em pânico. Diz a Elsa que ela acabou de assinar a sua sentença de morte. Elsa fica muito nervosa, não sabia que o caso era tão grave. 

Rafael admite a Graça que os documentos que entregou a Chico são falsos, feitos por Onofre. Graça acusa-o de ter lucrado muito com o dinheiro de Chico e de estar a roubar o sobrinho. Mas Rafael não pode devolver o dinheiro, o banco não lhe dá crédito desde que Graça retirou todo o seu capital das contas. Graça diz que Rafael a devia ter avisado e que agora é tarde demais. Rafael acha que a sua situação não pode piorar, mas mais uma surpresa o espera: O advogado de Graça chega com os papéis do divórcio. 

Um agiota visita Marta e diz-lhe a conta dela não está fechada. Marta não quer voltar a jogar e o agiota diz que está disposto a discutir isso, mas na mesa de jogo. 

Carlinha regressou a Castelo de Vide e Júlio diz que não lhe apetece voltar a encará-la. Não sabe o que fazer, acha que nem irá ser capaz de trabalhar na loja enquanto Carlinha lá estiver. 

Rafael e Graça regressam ao escritório da empresa e Rafael ainda não assinou os papéis de divórcio. Diz que o seu advogado ficou de ver tudo, mas teve um problema. Graça não se importa, tem todo o tempo do mundo e não sai dali sem os papéis. Rafael fica furioso mas tenta disfarçar. 

O advogado de Rafael acha que este pode ficar prejudicado com algumas das condições do divórcio, mas Graça dá a escolher: Ou Rafael assina já, ou vão para litigioso.

  • Ana

    Esta novela começou bem, depois deixou de ser vista (também por culpa de Dancin’ Days, que é espetacular, ou melhor, foi) e agora está ÓPTIMA outra vez :)))

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close