Resumos TVI

«Louco Amor»: resumo de 1 a 7 de abril

Louco Amor

Louco Amor

Episódio 253

Chico está chocado com o que leu na carta e diz que o pai foi preso e a tia internada para que ninguém soubesse a verdade. Rafael mentiu-lhe em tudo, foi ele que matou a mãe dele! Carlos diz que chico tem razão, mas a verdade é que Rafael fez o que ele nunca teve coragem de fazer, Chico não consegue imaginar o sofrimento em que a mãe dele vivia. Chico olha para Carlos, surpreendido. 

Graça conta a Duarte tudo o que Rafael lhe disse quando o visitou. Está mais determinada que nunca a entregar o caso da Quinta dos Castanheiros à polícia. Se depender dela, Rafael nunca mais sairá da prisão. 

Mafalda conta a Miguel que vai ter com Júlio a Castelo de Vide. Sente que o seu lugar é ao lado dele e vai tentar aprender a gostar do campo. 

Carlos explica a Chico que é um alívio saber que Rafael estava ao lado de Ana Maria quando ela morreu e que ele fez a coisa certa, que era acabar com o sofrimento dela. Sabe que Rafael a amava e deve ter sido muito difícil fazer o que fez. 

Violeta diz a Gi que vai falar com Carlos antes de partir para Espanha à procura de Dora. Desta vez vai lutar até ao fim pela sua felicidade. 

Mafalda pede a Duarte que a acompanhe a Castelo de Vide para lhe dar força…e ver Margarida. 

Chico conta a Berta que Rafael deu a Leonor uns comprimidos para dar à mãe dele e foram esses que a acabaram por matar. Depois, internou Leonor e arranjou uma maneira de Carlos ser acusado do crime. Chico diz que precisa de falar com Graça, não acredita que ela não soubesse de tudo. 

Violeta vai ter com Carlos e diz que ele a vai ter de ouvir. Conta-lhe tudo o que se passou quando descobriu estar grávida: Como o procurou e ele tinha desaparecido, como pensou que ele já não a queria, como ficou sem dinheiro, a sua vida antes de o conhecer num orfanato. Carlos ouve tudo e começa a ficar de lágrimas nos olhos, começa a perceber que tudo se deveu a desencontros e a dúvidas de ambos. Violeta diz-lhe que foi Dora que a convenceu a entregar Margarida a Lucinda durante um tempo, até que tivesse dinheiro para a sustentar. Quando soube que Dora tinha morrido não teve coragem de ir buscar a criança. 

Elsa pede a Filipe que a ajude a arranjar uma mentira para dizer aos clientes, não quer contar o que Tomás fez. Filipe convence-a que mentir não pode ser a solução. 

Carlos diz a Violeta que nunca a julgou, e se ela tivesse contado a verdade quando se encontraram tudo podia ter corrido bem. Mas ela mentiu-lhe o tempo todo¿ Violeta percebe que não o vai convencer e diz que vai sozinha à procura de Dora. 

Graça está sentada à secretária de Rafael quando entra Ali. O homem diz-lhe que quer falar com ela sobre a Quinta dos Castanheiros. Graça engole em seco. 

Duarte decide ir com Mafalda a Castelo de Vide e lutar por Margarida. Primeiro só precisam de passar pela empresa para ajudar Graça a apresentar a queixa à polícia. 

Ali mostra a Graça uma foto de Miguel e diz-lhe que tem de deixar os trabalhos na quinta continuarem, quando tiverem retirado tudo o que lhes interessa a quinta será dela. Até lá, ou se afasta, ou é o filho que vai sofrer as consequências. 

Mais tarde, Duarte aparece na empresa com Mafalda e diz que quer ajudar a mãe com o assunto da quinta, mas Graça diz-lhe que não há qualquer problema, já falou com os advogados e está tudo bem. Ele que não se preocupe e vá para Castelo de Vide que ela trata de tudo. 

Violeta entrega uma procuração a Berta, quer que ela cuide da Broadway na sua ausência. Diz que não sabe quando ou se vai voltar. 

Chico confronta Graça: Mostra-lhe a carta e pergunta se a tia vai negar que sabia o que está ali escrito.

  • ana

    e o resto dos episódios? lol

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close