TVI

José Eduardo Moniz e a polémica com a TVI

Os últimos dias têm ficado marcados pela acesa troca de palavras entre o antigo director-geral da estação e Júlio Magalhães. De modo a quebrar um pouco o “clima”, o marido de Manuela Moura Guedes falou com a edição desta semana da revista TV Mais.

 



 

“Ninguém me impede de dizer o que penso. Já não o faziam antes na TVI, muito menos quando estou cá fora”, começou por dizer, acrescentado em seguida: “Se não dissesse sempre o que penso, provavelmente, ainda hoje estaria na TVI”, frisou.

José Eduardo Moniz fez ainda questão de dizer que “A vida não se esgota na TVI, nem na nossa televisão. Embora, obviamente, não apaguemos anos e anos da nossa existência”, até porque, “da TVI quero guardar apenas boas recordações”, explicou.

Polémicas à parte, o que importa agora é o futuro: “temos de seguir em frente porque a vida não pára. Não guardo ressentimentos de ninguém, e penso que ninguém tem de estar ressentido comigo”, confessou.

A terminar, aquele que é um dos nomes mais conhecidos da nossa televisão negou qualquer tipo de negociações com a SIC, ao dizer: “Só poderão acreditar em alguma coisas no momento em que eu disser que é verdade”, atirou. E deixou ainda uma mensagem sobre a sua pessoa: “A minha família diz que eu tenho alma de cigano. Estou sempre pronto a envolver-me em qualquer coisa que me seduza”.

É caso para questionar, qual será o próximo projecto a seduzir Moniz?

Tags

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close