TVI

João Reis recusou ser exclusivo da TVI

Nos últimos tempos é quase que uma moda ter exclusividade com um determinado canal. Contudo, continuam a ser vários os atores que rejeitam propostas, ou por não serem suficientemente compensadoras, ou por os tornarem demasiado presos a uma estação. Depois de São José Correia ter confirmado recentemente que não aceitou um convite, é a vez de João Reis revelar que passou pela mesma situação, apesar de já ter sido há algum tempo.

“Sou um actor livre, freelancer.”, começa por revelar o ator, em entrevista à Correio TV, acrescentando em seguida: “Só recebi uma vez um convite da TVI para assinar um contrato de exclusividade, ainda o António Parente estava ligado à Plural. Impus algumas condições, nomeadamente flexibilidade para algumas coisas que fazia (pelo menos uma peça de teatro por ano). Mas as coisas não foram suficientemente apelativas e decidi não aceitar. Isto já foi para aí há uns dez anos e depois nunca mais recebi uma proposta.”, explicou.

Mas será que se fosse hoje o marido de Catarina Furtado aceitaria? “Confesso que teria uma certa dificuldade em aceitar contrato de exclusividade com algum canal. Se o fizesse não teria tido a oportunidade de fazer Maternidade ou esta série (Depois do Adeus)… Portanto, exclusividade oferece obviamente algumas garantias, no sentido em que durante dois ou três anos o actor vai ter trabalho. Mas, felizmente, não me posso queixar muito de falta de trabalho. Ter a liberdade de escolha permite-me trabalhar mais em função dos projectos e menos dos canais”, concluiu.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close