TVI

Imagens reais em “Equador”

A estreia desta série histórica da TVI, que vai ser apresentada amanhã à imprensa, foi apontada para este mês. Sendo o produto de ficção mais caro de sempre, foi gravada em seis meses em quatro continentes. A série, de 26 episódios, vai contar com imagens inéditas e reais de S. Tomé e Príncipe, datadas de 1890.

Imagens inéditas de São Tomé e Príncipe de 1890, reunidas num filme de 16 milímetros, são do marquês de Vale Flor.

Esta série, que estará no MIP de Las Vegas de 26 a 29 de Janeiro, já foi vendida a quatro países. A pensar na internacionalização, “Equador” vai apresentar-se em HD (alta definição), no formato 16×9, com banda sonora finalizada em Belgrado.

A acção da série decorre na ilha de São Tomé durante o reinado de D. Carlos e nela é referida que a elevação a marquês do conde de Vale Flor foi um agradecimento pela forma como este último senhor recebeu o príncipe Luís Filipe na roça da Bela Vista, por ocasião da sua viagem às colónias.

“O filme, de 1890, comprado por nós, está em óptimo estado de conservação. Fazia parte do espólio dos descendentes do marquês de Vale Flor e agora vai ser preparado para ser apresentado no mercado internacional”, explicou André Cerqueira, coordenador do projecto e também director de Conteúdos e Qualidade da NBP, ao jornal “Correio da Manhã”.

Depois de meio ano de gravações e muitas deslocações a São Tomé e Príncipe, Brasil e Índia, a série produzida pela Plano 6 em co-produção com a TVI prepara-se para chegar ao pequeno ecrã com um elenco de luxo e algumas cenas com o autor da obra, Miguel Sousa Tavares, a fazer de seu bisavô. “O Miguel esteve muito bem. Acho que o vou contratar para uma das minha próximas novelas”, diz, a brincar, André Cerqueira.

Maria João Bastos e Filipe Duarte são os actores que interpretam as personagens principais (“Ann Rhys-More” e “governador de São Tomé”, respectivamente), ao lado de um elenco que inclui Ruy de Carvalho, Nicolau Breyner, Alexandra Lencastre, Rogério Samora, Dalila Carmo, Joana Solnado, Vítor Norte, Marco d’Almeida e Miguel Seabra, entre muitos outros.

Em Portugal, a série foi gravada em Vila Viçosa, Ericeira e Lisboa.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close