TVI

Elisa Lisboa acha que merecia um contrato de exclusividade

Tem sessenta e sete anos de vida e quarenta e três de carreira. Atualmente podemos vê-la como Efigénia em Doce Tentação, mas será que à semelhança de tantos outros atores da nossa praça, também Elisa Lisboa gostaria de ser exclusiva de um canal? Esse e outros temas foram alguns dos pontos em cima da mesa na entrevista que a atriz concede à Notícias TV desta semana.

Há mais de quatro meses a gravar a telenovela de horário nobre da TVI, Elisa Lisboa explica porque aceitou este desafio: “Achei, desde início, muita piada à personagem. Qualquer papel me desperta interesse, mas esta figura em muito que ver comigo e ao mesmo tempo não tem. E, devo dizer, adoro Sintra! Adoro estar lá a gravar cenas da novela”.

E qual tem sido a reacção do público a esta “fada boa”? “O que me dizem na rua é que é bo poderem ver uma novela diferente das outras. E dizem-me ‘a sua personagem tem muita bondade”, conta a atriz.

A terminar, e quando questionada sobre se gostaria de ter um vínculo de exclusividade, Elisa Lisboa mostra-se dividida, numa primeira fase, mas acaba por confessar que sim: “Não sei se isso é bom… Por um lado, é um sossego… Mas, por outro, não sei… Nunca tive. Isso queria dizer que só poderia trabalhar para ali… Embora, aqui, quando estou a fazer uma novela, também tenha de pedir licença para fazer outras coisas… Sem falsa modéstia, acho que merecia este vínculo”, finaliza.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close