TVI

«Depois da Vida – Ao Vivo» com data para arrancar

Depois d’ A Televisão ter noticiado que o «Depois da Vida» ia estar em tournée pelo país, revelamos agora por onde irá passar o programa e os respetivos dias. Com apresentação de Iva Domingues e com a presença da medium Janet Parker, «Depois da Vida – Ao Vivo» irá arrancar no dia 11 de fevereiro em Braga e irá passar por 8 cidades do país. Em cada cidade, haverá dois espetáculos no mesmo dia (um às 17:30 e outro às 21:30), sendo que o espetáculo das 21:30 em Lisboa será gravado para ser emitido posteriormente na TVI.

Segundo adianta o Facebook do programa, os bilhetes estarão à venda em www.ticketline.pt e nos locais habituais de venda: Bliss; Fnac; Livraria Bulhosa (OeirasPark e C.C.Cidade do Porto); Agência Abreu; Worten; C.C.Dolce Vita; Megarede; El Corte Inglés (em Lisboa e Gaia) e no próprio local nos dias dos espectáculos. Em caso de dúvida liguem para o número 1820 (acessível 24 horas por dia).

Confira agora o cartaz do «Depois da Vida – Ao Vivo»:

  • Maria Aurora Pereira

     GOSTO MUITO DO VOSSO PROGRAMA.GOSTAVA DE IR AO VOSSO PROGRAMA E SER CONVIDADA DA SR. JANET PARKER. OBRIGADA
    AURORA PEREIRA 919188896 – PORTO 

  • Ccbmlp

    ola iva gosto muito do programa gostaria de ser convidada para ir ai, o meu irmão suicidou se do nada eu sou irmã e gostava de saber o porque sobro muito porque era o meu unico irmão e eramos irmãos a serio eu amava muito e ele tambem…um obrigado.o meu contacto 913663353

  • Daniela_costa13

    minha avo que era minha mãe,quem eu mais amava na vida,era uma pessoa muito especial com uma historia muito bonita,faleceu sem se despedir era a nossa jóia e para nos ela era eterna.estou perdida gosto muito da IVA peço que me contactem eu pago pode não ser ate para aparecer no programa.eu pago para me ajudarem tenho 23 anos estou a ver a minha família destruir-se.e um apelo por favor ajudem-me porque penso em ir para beira da minha avo 918576772

  • Andre_xinoka

    Óla o meu nome é Fernada vivo em Abrantes destrito de Santarém e gosto muito do vosso programa. Gostava de ir ao vosso programa porque perdi a minha mãe, e o meu marido morreu ao meu lado num acidente de automovel, fiquei sozinha na vida porque não tenho filhos. Gostava de saber se eles estão bem. Obrigado . deixo o meu contacto:  Estrada Nacional 118 nº 64 Areia de Baixo, Alvega, Abrantes. tel: 912368287

  • Rita684

    ola iva!adoro ver o vosso programa,eu gostaria de poder ir ao programa para falar com o meu pai que faleceu á 1ano,como poderei fazer para ir ao programa?deixo o meu contacto espero uma resposta obrigada.911983030

  • Fisguinha_21

    voces não podem dizer quem ja partiu ……… e estou a ver comentarios aqui que dizem. eu tanbem gosto de ver o programa ja me tinha inscrito mas nunca chamaram, mas ja conprei o bilhete para ir ao vivo a lisboa ver

  • Mauricioferreirarocha

    Quanto custa um bilhete

  • Sandra Soares

    Boa noite, chamo me Sandra, gostava de participar no vosso programa, gostava de entrar em contato com o meu irmão que faleceu à 20 anos, ele tem sido o meu anjo de luz e gostava de saber se ele está bem. Gostava de participar no programa de dia 12 de Fevereiro no Porto. Obrigada e aguardo uma resposta, o meu contato 911089597 ou sandrasoaresprof@hotmail.com

  • Ana Dias

    Boa tarde Iva!
    Eu chamo-me Ana e tenho 26 anos.
    Eu gostaria muito de participar no vosso programa em Braga, pois a minha mãe faleceu com 21 anos , 1 mês antes de eu fazer 3 anos, não sei o que é ter mãe, nunca tive a oportunidade de falar com ela, e cresci com uma profunda tristeza por não a ter ao meu lado, por não saber o que ela pensava de mim por não saber se aprovava o que eu fazia ou não, preciso tanto de ouvir o que ela tem para me dizer. A minha familia nunca me falou muito sobre ela pois ficam tristes, por isso parei de fazer perguntas, pouco sei e sinto muito triste por isso. Por favor ajudem-me, ajudem-me a que a minha mãe fale cmg pelo menos uma vez…
    Atenciosamente
    Ana

  • Hortense Ferreira4

    ola D. IVA sou fá do vosso programa gostava muito de ir ver ao vivo em leiria gostava de saber como adquirir bilhetes,
    tem. 967482989 fico a aguardar 
    obrigada
      

  • Speed_td

    Boa tarde D. Iva, eu chamo me Lília Marisa tenho 32 anos e gostaria muito de participar no seu programa, pois gostaria de saber como está o meu irmão que já faleceu vai fazer 22 anos de acidente,  era o meu companheiro, meu ombro amigo, o meu amigo das brincadeiras o meu protector. Gostaria muito de poder saber dele quando for a Santarém gostaria de ir ai pois tenho muitas saudades dele, o meu mail onde pode me informar é spped_td@hotmail.com ou 918484764

  • Sandramcunha

    Olá D. Iva. Gostaria de ser convidada da Srª Janet Parket , anseio saber algo sobre  meu filho que perdi há 11 anos ainda sofro muito,nao consigo resignar-me com a sua perda, sinto muitas saudades. Se fosse possivel estar no programa que passará aqui no Porto,se não for possivel aqui , poderá ser  em qualquer outra cidade. Admiro e vejo este excelente programa que me comove profundamente. Chamo-me Isabel tenho 68 anos e sou da cidade do Porto.
    Fico a aguardar o seu contacto para sandramcunha@live.com.pt ou para 918332657. Muito obrigada.

  • vanessa filipe

    Bom dia Iva..Chamo me vanessa e gostava de saber o preço para ir ao programa dia 26 de Fevereiro em Leiria…Gostava de saber o que a minha avo me tem pra dizer e que ja sonhei varias vezes com ela e sempre que ela me queria dizer alguma coisa o sonho acabava,ja me disseram varias vezes que e ela que me quer dizer algu e nao consegue..e como quando ela faleceu eu ja nao a via a quase 6 anos quando ela faleceu nao me despedi dela pois ela vivia em espinho e eu nem sempre tinha como a ir vizitar…Gostava muito de ir ao programa para tentar falar com ela ver o que ela me quer dizer…Obrigada aguardo uma resposta..O meu e-mail vanessa_hg17@hotmail.com beijinhos

  • Joana Lr Santos

    Bom dia, como posso fazer para assistir em leiria?

  • Soniapata

    À produção do programa Depois da Vida
     
    Desde já começo por dar os parabéns à TVI pelo excelente programa. Chamo-me Sónia e tomei a iniciativa de partilhar convosco um pouco do “inferno” que têm sido estes seis, quase últimos sete meses, também por mim mas, muito sinceramente, muito mais pela minha prima.
    Vou passar a relatar um pouco a história da vida da Célia, a minha prima. A Célia é uma pessoa ímpar, muito especial, com uma força quase incompreensível, uma força admirável que nos faz questionar como e onde a consegue ir buscar e que, apesar de tudo por que tem passado, ainda tem capacidade e alento para nos encorajar a continuar.
    A Célia foi mãe pela primeira vez com dezoito anos de um menino muito especial, o Lúcio, uma criança com hidrocefalia, de trinta e dois anos e que necessita da ajuda de um adulto para a realização de todas as suas atividades, desde as mais básicas às mais complexas, para tudo aquilo que faça… e que apesar dos seus trinta e dois anos, para nós, será sempre um menino.
    Depois de alguns anos e de muitas reflexões os pais, até então apenas do Lúcio, perceberam que seria benéfico, além do desejo de voltarem a repetir a magia da gravidez, uma outra criança em casa, até porque o Lúcio necessitaria de alguém que apoiasse a mãe nos cuidados que se têm que despender com ele. E foi então que aos dez anos o Lúcio ganhou o melhor e o mais desejado dos presentes, um irmão, o “Nosso” David. A vinte e nove de Dezembro de mil novecentos e oitenta e nove, fomos presenteados com um menino lindo, muito desejado e amado por todos (pais, irmão avós e familiares…). E eu “ganhei” um primo lindo e o meu primeiro afilhado com a promessa de ajudar a cuidar dele como se fosse meu, um afilhado que, ainda até há poucos dias atrás me chamava “minha madinha” (desde pequenino que me chamava assim).
    O David cresceu com muito amor, rodeado de pessoas que o amam, de amigos que o admiram, um brincalhão nato, sempre bem disposto, super divertido e muito, muito amigo de todos os que têm o privilégio de privar e partilhar momentos com ele nesta sua muito curta passagem por este local.         
    O “meu” David sempre foi um menino muito compreensivo e sempre entendeu, facilmente, que os pais não lhe poderiam proporcionar certos objetos, certos bens materiais que muitos dos seus colegas de escola possuíam. Nunca exigiu nada e a última mensagem que partilha com dois dos seus amigo, talvez os seus dois melhores amigos, é que a pessoa que mais ama é o irmão e que daria a sua vida, sem qualquer tipo de hesitação, por ele… no momento ninguém entendeu muito bem o porque daquela mensagem, mas hoje faz-nos pensar e, de certo modo, cada um de nós lhe tem atribuído algum sentido…
    No domingo, dezassete de Julho, e depois de uma pequena passagem pela praia, o David, tal como nos três/quatro domingos anteriores, saiu de casa por volta das 18h e foi, com uns amigos, assistir a um jogo de futebol que, por ironia do destino, era o último jogo de um tornei em que alguns dos amigos participavam e venceram.
    No regresso a casa um grupo de quatro jovens sofrem um acidente de automóvel e a alegria da vitória do torneio rapidamente é esquecida e se transforma numa grande angústia. Felizmente três dos jovens (um deles o meu sobrinho e primo do David, muito ligados pois cresceram juntos, cresceram como irmãos) estavam bem, sofreram apenas uns leves ferimentos…. Mas o David requeria cuidados especiais que, no local do acidente ninguém teve perceção da gravidade da situação… O David dá entra no Hospital Da Figueira da Foz e saí de imediato para o Hospital dos Covões em Coimbra onde esteve hospitalizado nos cuidados intensivos num período de dez dias, lutou…, lutou… até não conseguir mais e a 27 de Julho deixou de nos privilegiar com a sua presença física…porque no nosso interior o David está presente em todos os segundos de cada hora do dia.   
    Cada vez que penso na vida da minha prima Célia não consigo compreender, nem encontrar qualquer tipo de respostas para todas as questões que pairam no meu pensamento… como é que é possível… como é que “Deus” permite que aconteça situações com esta… o Lúcio a precisar de nós para tudo, o irmão era a sua futura garantia… e como que num piscar de olhos tiram-nos o que de melhor se tem… Será que nos conseguem explicar?… será que nos conseguem transmitir uma palavra de conforto?… será?… será?… será?… O turbilhão de emoções que paira no nosso interior, a angústia e a dor da perda, que a cada dia que passa é agravada com a tomada de consciência que afinal aconteceu mesmo e que o que nos resta são mesmo as nossas recordações… será que nos conseguem dizer se o “nosso menino” está em paz?
     
    Nota: Sabemos que o programa estará em vários lugares do país, eu estou em Lisboa e a Célia na Figueira da Foz, o nosso desejo era ter a oportunidade de ouvirmos dizerem-nos que o “nosso menino” está bem e para isso estaremos disponíveis para nos deslocar a qualquer lugar (destaco Coimbra, Leiria, Lisboa…).
    Julgo que pelo menos uma vez na vida a Célia merecia uma oportunidade que a fizesse sentir melhor.
    Os nossos contatos são:
    Sónia: 966277277
    Célia: 968923242
    Muito obrigada pela atenção.
    Sónia Pata
     Lisboa, 6 de Fevereiro de 2012

  • Soniapata

    À produção do programa Depois da Vida
     
    Desde já começo por dar os parabéns à TVI pelo excelente programa. Chamo-me Sónia e tomei a iniciativa de partilhar convosco um pouco do “inferno” que têm sido estes seis, quase últimos sete meses, também por mim mas, muito sinceramente, muito mais pela minha prima.
    Vou passar a relatar um pouco a história da vida da Célia, a minha prima. A Célia é uma pessoa ímpar, muito especial, com uma força quase incompreensível, uma força admirável que nos faz questionar como e onde a consegue ir buscar e que, apesar de tudo por que tem passado, ainda tem capacidade e alento para nos encorajar a continuar.
    A Célia foi mãe pela primeira vez com dezoito anos de um menino muito especial, o Lúcio, uma criança com hidrocefalia, de trinta e dois anos e que necessita da ajuda de um adulto para a realização de todas as suas atividades, desde as mais básicas às mais complexas, para tudo aquilo que faça… e que apesar dos seus trinta e dois anos, para nós, será sempre um menino.
    Depois de alguns anos e de muitas reflexões os pais, até então apenas do Lúcio, perceberam que seria benéfico, além do desejo de voltarem a repetir a magia da gravidez, uma outra criança em casa, até porque o Lúcio necessitaria de alguém que apoiasse a mãe nos cuidados que se têm que despender com ele. E foi então que aos dez anos o Lúcio ganhou o melhor e o mais desejado dos presentes, um irmão, o “Nosso” David. A vinte e nove de Dezembro de mil novecentos e oitenta e nove, fomos presenteados com um menino lindo, muito desejado e amado por todos (pais, irmão avós e familiares…). E eu “ganhei” um primo lindo e o meu primeiro afilhado com a promessa de ajudar a cuidar dele como se fosse meu, um afilhado que, ainda até há poucos dias atrás me chamava “minha madinha” (desde pequenino que me chamava assim).
    O David cresceu com muito amor, rodeado de pessoas que o amam, de amigos que o admiram, um brincalhão nato, sempre bem disposto, super divertido e muito, muito amigo de todos os que têm o privilégio de privar e partilhar momentos com ele nesta sua muito curta passagem por este local.         
    O “meu” David sempre foi um menino muito compreensivo e sempre entendeu, facilmente, que os pais não lhe poderiam proporcionar certos objetos, certos bens materiais que muitos dos seus colegas de escola possuíam. Nunca exigiu nada e a última mensagem que partilha com dois dos seus amigo, talvez os seus dois melhores amigos, é que a pessoa que mais ama é o irmão e que daria a sua vida, sem qualquer tipo de hesitação, por ele… no momento ninguém entendeu muito bem o porque daquela mensagem, mas hoje faz-nos pensar e, de certo modo, cada um de nós lhe tem atribuído algum sentido…
    No domingo, dezassete de Julho, e depois de uma pequena passagem pela praia, o David, tal como nos três/quatro domingos anteriores, saiu de casa por volta das 18h e foi, com uns amigos, assistir a um jogo de futebol que, por ironia do destino, era o último jogo de um tornei em que alguns dos amigos participavam e venceram.
    No regresso a casa um grupo de quatro jovens sofrem um acidente de automóvel e a alegria da vitória do torneio rapidamente é esquecida e se transforma numa grande angústia. Felizmente três dos jovens (um deles o meu sobrinho e primo do David, muito ligados pois cresceram juntos, cresceram como irmãos) estavam bem, sofreram apenas uns leves ferimentos…. Mas o David requeria cuidados especiais que, no local do acidente ninguém teve perceção da gravidade da situação… O David dá entra no Hospital Da Figueira da Foz e saí de imediato para o Hospital dos Covões em Coimbra onde esteve hospitalizado nos cuidados intensivos num período de dez dias, lutou…, lutou… até não conseguir mais e a 27 de Julho deixou de nos privilegiar com a sua presença física…porque no nosso interior o David está presente em todos os segundos de cada hora do dia.   
    Cada vez que penso na vida da minha prima Célia não consigo compreender, nem encontrar qualquer tipo de respostas para todas as questões que pairam no meu pensamento… como é que é possível… como é que “Deus” permite que aconteça situações com esta… o Lúcio a precisar de nós para tudo, o irmão era a sua futura garantia… e como que num piscar de olhos tiram-nos o que de melhor se tem… Será que nos conseguem explicar?… será que nos conseguem transmitir uma palavra de conforto?… será?… será?… será?… O turbilhão de emoções que paira no nosso interior, a angústia e a dor da perda, que a cada dia que passa é agravada com a tomada de consciência que afinal aconteceu mesmo e que o que nos resta são mesmo as nossas recordações… será que nos conseguem dizer se o “nosso menino” está em paz?
     
    Nota: Sabemos que o programa estará em vários lugares do país, eu estou em Lisboa e a Célia na Figueira da Foz, o nosso desejo era ter a oportunidade de ouvirmos dizerem-nos que o “nosso menino” está bem e para isso estaremos disponíveis para nos deslocar a qualquer lugar (destaco Coimbra, Leiria, Lisboa…).
    Julgo que pelo menos uma vez na vida a Célia merecia uma oportunidade que a fizesse sentir melhor.
    Os nossos contatos são:
    Sónia: 966277277
    Célia: 968923242
    Muito obrigada pela atenção.
    Sónia Pata
     Lisboa, 6 de Fevereiro de 2012

  • Ceu Pinho

    Boa noite Iva,
    O meu Nome é Maria do Céu e tenho 45 anos, gostaria muito de poder participar no v/ programa que se realiza no dia 26 de Fevereiro em Leiria, pois o meu pai já faleceu há uns anos e por acaso no dia 26 de Fevereiro se fosse vivo fazia o seu aniversário neste dia, o meu pai não se despediu de mim quando faleceu eu gostava de saber se ele está bem.
    Fico na espectativa de me contactarem, Obrigado

  • Monica silva

    parabéns pela credibilidade que conduzem o vosso programa .se me poderem dar informação a cerca da possibilidade de onde encontrar bilhete para poder então estar presente em Braga junto de voz . agradeço  a vossa atenção. monica , Braga.          

  • ilda sousa

    ola iva sou das caldas eu gostava de participar em leiria quanto e os bilhetes? onde se vendem

  • Carla

    Ola mto boa nte Iva. Amava participar no vosso programa,pois ja perdi alguns ente queridos do qual sofri e hje em dia tenho imensa saudade. Tive bebe vai fazer dois anos e passado n mes seguinte meu tio faleceu sem conhecer minha bebe,e sei a pedido dele ainda em vida que fosse leva-la para ele a conhecer,mas nao tive qualquer hipotese do o fazer,porque entretanto passado 15 dia d nascimento da minha bebe ele faleceu. Gostava mto participar e falar cm os meus ente queridos,so num ano perdi 3. Por favor ajude me. O meu mail e carlagoncalvescabrita@hotmail.com

  • Marina_shp@hotmail.com

    ola IVA gostaria de saber quanto custam os bilhetes pois dependendo do preco gostaria de assistir ao seu programa ao vivo em coimbra no dia 3.acredito na vida apos termos desencarnado.felicidades para o programa.envio o meu mail para uma possivel resposta.            

  • Anabela

    quanto e que custa o bilhete para ver ao vivo em braga o vosso prog
    rama

  • Silasantos

    Ola….
    Chamo me Lucilia, gosto muito do programa,tenho uma grande amiga que infelizmente como tantos nós,perdeu o pai, já alguns anos e fica sempre alguma coisa por dizer, sei o quanto ela queria comunicar com ele,por isso peço se for possivel,gostaria que ela pudesse estar em contacto em Coimbra..
    Bem haja..

  • Tesouraria

    Bom dia Iva
    O meu nome é Maria Fernanda, irei estar presente no seu programa no dia 25 de Fevereiro em Santarém, pelo qual tenho muito respeito. Fiquei viúva “condição horrivel”, vivo em amargura não consigo aceitar a separação , gostava muito de saber do meu marido, poder falar com ele será que me pode ajudar?

  • Firewoman-28

    olá boa noite iva
    gostava muito de participar no programa do dia 04 de março em aveiro,pois sempreque posso nãoperco este programa desde já meus parabens. tenho32 anos levando uma vida agitada ajudando quem precisa,pois sou bombeira e alguns anos perdi tres colegas em um acidente”terrivel” quando este seguiam para mais uma missão a um incendio florestal,uma separaçao sem explicação uma dor,uma saudade … hoje é o dia que por vezes parece que sinto a presença de um deles e tambem sinto que algo tem para me dizer gostava muito de poder saber se me algo quer dizer.obrigado meu contaco:916251549

  • Carla Filipe Serradas

    QUAL O PREÇO DO BILHETE, E COMO ADQUIR.
    O MEU CONTACTO carla.filipe.serradas@ gmail.com

  • Isamaranha

    Boa noite Iva,
    O meu nome é Isabel e tenho 33 anos, gostaria muito de participar no vosso programa que se realiza no dia 3 de março em coimbra, pois a minha mae faleceu a dois anos e meio e eu tenho uma filhota com 3 anos e meio e anda sempre a falar na avo maria.Tinha curisodade em falar com ela .beijinhos  o meucontacto é 919005377

  • DiogoDias

    Quanto custa o bilhete?

  • Ispalmira

    Gostava de saber a data do programa em Viseu

  • Anita_stuart_braga

    Boa Tarda D. Iva gosto muito do programa e gostava de ter uma conversa com Janet Parker, o que me é dificil visto o meu marido não acreditar nestas coisas, gostava de estar com os meus pais que já partiram, a minha mãe não se despediu de mim e meu pai se suicidou, gostava de saber se vem mais algum dia ao Porto, e quanto custaria uma consulta particular com ela o meu email é o seguinte anita_stuart_braga@hotmail.com, ou para o 96 687 89 31 mas para o telemovel pedia que fosse durante os dias uteis de 2ª a 6º feira das 9h as 18h, pois de seguida desligo telemóvel, visto o meu marido desconfiar das chamadas que recebo, gosto muito do vosso programa como não posso ver quando ele está há minha beira gravo e vejo no sabado, mas depois desgravo para ele não ver. Ele está a passar uma face muito dificil da vida dele, já me dizeram que pouo durarr não sei se Janet consegue ver isso, por isso gostava de falar com ela, ele vai ser operado no incio de Maio. Agradeço desde já a atenção dispensada ao meu pedido e felecidades para o vosso programa . Muitos beijinhos
     

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close