TVI

Conheça os salários de «A Tua Cara Não Me É Estranha»

a tua cara

A disparidade nos valores que os famosos auferem no final de cada gala de A Tua Cara Não Me É Estranha mantém-se, a par das outras edições, segundo números que a TV Mais desta semana avança.

No grupo de concorrentes, que semanalmente encarnam ícones musicais, há quem receba entre 1 500 e uns simbólicos 400 euros. Nicolau Breyner aumentou a fasquia desde sempre, com um salário de 1 500 euros por semana, o que resulta, no final desta temporada, com 13 emissões, em 19 500 euros. Seguem-se Diana Monteiro e João Didelet, que mantém uma relação profissional com a estação para além dos programas de domingo (ela presente em Guest List e ele em Doce Tentação), ganhando por emissão 600 euros. Já Inês Santos e Francisco Menezes estão no meio da tabela. De acordo com a publicação semanal, os dois cantores recebem por parte da TVI e da Endemol 500 euros. A fechar o leque de imitadores estão as artistas Ruth Marlene e Wanda Stuart, com 400 euros por gala, e o jovem Ricardo de Sá, que apesar de ser ator exclusivo do canal não vai além dos valores alcançadas pelas últimas duas colegas.

O júri destacado para avaliar as atuações dos concorrentes consegue superar a maioria dos valores dos protagonistas. Fernanda Serrano possui o maior ordenado, com 800 euros por semana (a juntar ao restante salário por ser exclusiva da TVI), enquanto que os restantes colegas – António Sala, José Carlos Pereira e Luís Jardim – auferem 750 euros por cada gala de A Tua Cara Não Me É Estranha.

Os apresentadores, esses, não viram qualquer subida ou descida nos cachés. Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira acrescentam ao seu bolo salarial 1 500 euros por cada aparição nos domingos à noite da TVI.

/* ]]> */