TVI

Após validação do novo painel da GfK, TVI reforça a necessidade de uma auditoria

TVI

TVIA RTP e TVI propuseram a intervenção da Price no processo de avaliação do Plano de Ação de Correção no caso da avaliação da medição de audiências, mas a Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM) rejeitou essa auditoria. O painel apresentado pela GfK a 13 de março de 2013 foi então validado.

Mas a polémica em torno da medição de audiências parece não ter chegado ao fim. Agora, a TVI, através de comunicado publicado na sua página do Facebook, veio reforçar a necessidade de haver uma auditoria, chegando mesmo a oferecer-se para suportar os gastos dessa auditoria, em parte o no seu todo. A estação de Queluz de Baixo promete, agora, impugnar a aprovação da CAEM face ao novo painel da GfK.

Confira agora, na íntegra, o comunicado:

[quote]A TVI considera que, tendo em conta as vicissitudes e as irregularidades registadas no processo de correção das deficiências do serviço de audimetria da GfK, é imprescindível a realização de uma auditoria efetuada por um terceiro independente (PwC), que confirme que tais serviços são prestados corretamente e de acordo com o respetivo contrato. Caso as reservas de outros associados da CAEM à realização de tal verificação se prendam com os custos associados à mesma, a TVI esclarece que está na disposição de os suportar no todo ou em parte, desde que o resultado de tal auditoria seja vinculativo para a CAEM e todos os seus associados.

Uma vez que a Direção da CAEM decidiu recusar o pedido da TVI e da RTP de realização desta auditoria e, bem assim, decidiu aceitar os serviços prestados pela GfK, a TVI informa que irá impugnar tais decisões, mediante a apresentação de recurso das mesmas, perante a Assembleia Geral da CAEM.

A TVI tem sido, e é líder incontestável de audiências em ambos os painéis de audimetria em atividade em Portugal, sendo o seu único objetivo com esta posição, contribuir para a transparência e fiabilidade de funcionamento do mercado, bem como para a credibilidade da medição de audiências em Portugal.

Confiamos que as nossas razões serão compreendidas e aceites pela Assembleia Geral da CAEM.[/quote]

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close