TVI

André Cerqueira e João Cotrim Figueiredo de costas voltadas


O desinvestimento da estação de Queluz de Baixo na ficção nacional está a provocar uma grande agitação nos corredores do canal. Segundo a edição desta semana da revista TV Guia João Cotrim Figueiredo e André Cerqueira estão, inclusivamente de costas voltadas.

Se, por um lado, o director-geral da TVI defende que está na altura de se reduzir de três para duas novelas na estratégia do canal, aproveitando assim para investir noutros formatos, o director da Plural Entretainment contesta esta opção, uma vez que seria um passo atrás numa estratégia que tem resultado e dado muitos lucros ao longo dos últimos tempos.

A decisão ainda não está tomada e as reuniões têm sido constantes, mas, fonte segura junto do processo adianta à referida revista que “os dois não se entendem” “um quer uma coisa, o outro quer outra. Isto não vai acabar bem”. Em caso extremo, esta situação poderá, inclusivamente, levar à demissão de André Cerqueira da produtora da Media Capital.

Ainda assim, parece que, a saída do responsável não se dará nos próximos tempos, tal como revela a mesma fonte: “Ele não sai já, porque garantiram-lhe que não haveria menos dinheiro para a ficção. Perde-se uma novela, mas ganham-se séries, telefilmes, filmes”. Deste modo, André Cerqueira “vai esperar mais um pouco” para ver se as promessas feitas são cumpridas, caso contrário, “baterá com a porta”.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close