Globo

Rui Vilhena fala da sua futura novela na TV Globo

Rui Vilhena

A última novela que vimos de Rui Vilhena em Portugal foi «Sedução», na TVI. No ano passado, o guionista aceitou o desafio e mudou-se para o Brasil, para escrever novelas na TV Globo. Quando chegou ao Rio de Janeiro, começou logo a trabalhar em «Fina Estampa», de Aguinaldo Silva (novela que estreou ontem na SIC), produção que tinha estreado há relativamente pouco tempo naquele país. Depois da colaboração concluída, Rui Vilhena prepara agora a sua novela para a TV Globo que deverá estrear em 2013 na faixa das 19h.

Rui Vilhena desvenda que a TV Globo o chamou para trabalhar porque «está à procura de novos autores. Fazer novela é um trabalho muito complicado, então, eu, por ser experiente, represento mais-valia para a emissora. Não é fácil encontrar profissionais que já disponham desse conhecimento. Por isso, muitos autores trabalham com outros mais experientes até estarem aptos a escrever sozinhos.», começa por dizer o autor à revista Veja. Em relação à sinopse da sua novela, que terá que ser aprovada pela TV Globo, o autor conta à mesma publicação que «Eu ainda estou trabalhando na ideia. Eu acabei Fina Estampa em maio, então ainda estou numa fase de reciclagem. Tenho me dedicado a ler muita coisa, a ir ao teatro e ao cinema, a viajar e, no meio de tudo isso, já acendeu uma lampadazinha na minha cabeça. Na Globo, a história é consoante com o horário em que é exibida, tanto que isso deve ser levado em consideração.».

O horário da sua novela, que tudo leva a crer que seja o das 19h (na TV Globo as novelas são exibidas na faixa das 18h, 19h e 21h), ainda não está decidido: «Eu sei que não vou estrear no horário nobre, por razões óbvias. Então, será na faixa das 18h ou das 19h. A Globo é muito cuidadosa e eu acho que eles têm razão. A pessoa tem que primeiro se acostumar com todo o mecanismo de trabalho, a logística da casa, para depois caminhar lá dentro com os próprios pés.», desvenda o autor. Se a sua história será atual, Rui Vilhena diz que «Eu sempre fui um autor das 21h em Portugal, portanto, meu estilo sempre foi denso. Eu agora tenho que construir uma história de acordo com o perfil de outro horário. Eu já fiz sitcom, série, programa infantil, muitas coisas, o que me deu bagagem suficiente. Eu considero que a história das 18h e das 19h é muito próxima da apresentada às 21h, só não é tratada com a mesma densidade.». Como o autor (nascido em Moçambique) viveu durante anos em Portugal, a sua novela de estreia da TV Globo poderá ter elementos portugueses ou até mesmo a história poderá passar por Portugal: «Confesso que ainda não pensei no assunto. Mas é provável que a história tenha um tempero português adicionado. Gosto muito do intercâmbio de atores nas novelas. É bem possível que tenha alguma personagem portuguesa na trama.», confidenciou à mesma publicação.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close