SIC

Teresa Guilherme contra “A Verdade Compensa”

Que Teresa Guilherme não gostava do formato de Rita Ferro Rodrigues, já não é novidade nenhuma (já foi noticiado pela imprensa e pelo TVUniverso). Agora, Nuno Santos pôs fim ao programa que era uma extensão do polémico “O Momento da Verdade”. E Teresa diz mesmo que “O programa não era nada benéfico”.

A SIC tinha planeado 13 episódio para ‘A Verdade Compensa’, conduzido por Rita Ferro Rodrigues, mas o programa nem aos cinco chegou.

Gonçalo da Câmara Pereira, um dos comentadores, lamenta o fim do programa e diz que “Contrataram-me para 13 programas, mas só fiz quatro. Na segunda-feira, a Rita Ferro Rodrigues ligou-me a dizer que na quarta já não havia.” O fadista não esconde a sua indignação em relação “à direcção de programas e à produção” e acrescenta que “São todos uns maricas, umas senhoras.”.

Para Gonçalo da Câmara Pereira, o programa chegou ao fim porque “A Rita e a Teresa Guilherme desentenderam-se.” Mas as apresentadoras garantem “não ter havido conflito”.

Ao jornal “Correio da Manhã”, Rita Ferro Rodrigues afirma que “A Verdade Compensa” “foi pensado para cimentar ‘O Momento da Verdade’. E até fomos além do projecto inicial.” Já Teresa Guilherme adianta: “Se calhar concluíram que ‘A Verdade Compensa’ era prejudicial. Os concorrentes não podem ser sujeitos a juízos de valor num programa de televisão.”

Certo é que a SIC encomendou 13 episódios de “O Momento da Verdade” à CBV. No entanto, Teresa Guilherme explica que isso “pode não corresponder a 13 candidatos”. A apresentadora reúne-se hoje com a direcção de Programas da SIC para analisar novos projectos.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close