SIC

SIC faz hoje 16 anos!

Foi a 6 de Outubro de 1992 que nasceu a televisão privada em Portugal. Hoje, a SIC faz 16 anos: dez deles foram de liderança, quatro foram em 2º lugar e um ano foi terceira. Este ano, vai em 2º lugar, mas 2008 ainda está longe do fim. Actualmente a SIC luta pelo 2º lugar e a TVI já garantiu a vitória do ano. Nuno Santos faz apostas e espera alcançar bons resultados a curto prazo.

No dia 6 de Outubro de 1992, Alberta Marques Fernandes apresentava a primeira emissão do primeiro canal privado de Portugal. De então para cá, a televisão mudou muito e a SIC também. Em pouco tempo chegou à liderança das audiências, no ano passado ficou em terceiro lugar e este ano luta com a RTP1 para conquistar o segundo lugar.

Nuno Santos, director de programas da SIC, chegou à SIC para dar a volta aos resultados das audiências, mas não tem tido vida fácil. No último mês, Nuno Santos estreou vários programas, tais como “VIP Manicure” para o início de noite das segundas-feiras, “Rebelde Way” para “roubar” audiências a “Morangos com Açúcar” (TVI) à tarde. Já “A Roda da Sorte” foi posto no ar para combater o imbatível Fernando Mendes e o seu “O Preço Certo” (RTP1), num horário fundamental para ganhar audiências e dinâmica para o noticiário das 20:00. O director de programas da SIC lançou ainda, na semana passada, a telenovela portuguesa “Podia Acabar o Mundo”, para lutar contra as telenovelas de grande sucesso da TVI. Ontem estreou “Zé Carlos” do quarteto humorístico Gato Fedorento para as noites de domingo.

De todos os programas colocados em antena no último mês, o que está a ter maior sucesso é “O Momento da Verdade”, apresentado por Teresa Guilherme. O polémico concurso tem sido falado em todo o lado e parece estar a resultar em termos de audiências.

“Não estamos a atravessar o melhor momento da história da SIC”, começou por dizer Ricardo Costa, director de informação, ao jornal “Diário de Notícias”. “Estamos a atravessar uma fase de regeneração, que pode demorar algum tempo”, afirmou. “O grande fascínio da televisão é o facto de ser muito imprevisível a médio prazo. Pode haver surpresas de um momento para o outro. A SIC está muito bem preparada para o presente e para o futuro. Nasceu no momento certo, soube usar o cabo antes dos outros. O grande desafio da SIC está na Internet, nos telemóveis, no cabo, mas sem nunca perder de vista o canal 3, que é a sua essência”, concluiu Ricardo Costa.

Tags

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close