Resumos SIC

“Rosa Fogo” resumo de 30 de abril a 6 de maio

Rosa Fogo

162º Episódio

José fica animado com a notícia de que Diogo pode ser o pai do filho que Catarina espera. O vilão confirma que Maria está afectada com a situação e por isso vai estar fora do seu caminho por algum tempo. José ordena a Diogo que continue a convencer Matilde de que ele é uma boa pessoa.

Javier e Irina seduzem-se completamente apaixonados e fazem amor nos campos da quinta Mayer.

Teresa está perturbada por ter beijado Javier, mas Gilda tranquiliza-a, dizendo que o rapaz sabe que ela tem a doença de Alzheimer e que compreende a situação.

Manuel acorda com a filha a dormir nos seus braços. Comovido e finalmente rendido aos encantos da menina, dá-lhe as boas-vindas, reconhecendo que Sofia tinha razão ao dizer que ela é linda.

Estêvão rejeita Catarina e reafirma que apenas permite que continue na sua casa, por subsistir a dúvida de quem é o filho que ela espera. Como louca, a enfermeira insiste em afirmar que Diogo e Maria mentem só para os ver infelizes, mas antes de sair, Estêvão reforça que não há qualquer relação para estragar. Catarina fica furiosa e começa a destruir a mesa do pequeno-almoço que tinha preparado.

Bilro espalha a confusão em casa de Alzira ao aparecer nu ao pequeno-almoço. A confeiteira esforça-se por tapá-lo, enquanto Aida se escandaliza por ver um homem nu. Cármen, chama à atenção para o dote de Bilro, mas Alzira desvaloriza, para choque de Ambrósio.

Bilro quer convencer Victor a tocar piano quando ele declamar o seu poema na BiaMay, mas o Barbalho recusa, por não gostar da ideia. Indiferente ao que ele diz, Bilro avança para a academia de dança e, sem deixar que Maria ou Anita se pronunciem, toma-lhes o espaço para organizar o seu espectáculo. As bailarinas acabam por aceitar, divertidas.

Vera Mónica sorri de orelha a orelha, quando Francisco diz que não se importa que Sílvia e Alberto sejam namorados. A menina reafirma que gosta muito dos três e que não quer que ninguém fique triste. Alzira dá uma piscadela de olho a Vera, sinal de que tudo acabou bem.

Manuel vai entregar a filha a Sofia e pela primeira vez desde o nascimento da menina, conseguem conversar. Quando o marido vai embora, Sofia sente que a reconciliação está perto. No quarto, Regina diz a Júlio que está orgulhosa dele, pela forma como forçou Manuel a receber e tratar da filha. Júlio, por seu lado, abraça a mulher por se mostrar tão generosa e compreensiva ao dizer que ele irá ser também um grande pai para Alberto, seu filho com Alzira.

José atrai Samuel para o topo de um prédio, a pretexto de esclarecer que não lhe roubou a ideia dos champôs gourmet que a Forella vai produzir. A conversa atinge grande tensão e o vilão aproveita para fotografar Samuel sem que ele perceba, enviando depois mensagens a Amélie, dando a ideia que pode matar o seu namorado a qualquer momento. A francesa, que está precisamente a ouvir Eduarda dizer com determinação que vai combater o ex-marido, fica desesperada e irrompe em lágrimas, temendo pela vida de Samuel. Nesse momento Estêvão entra no gabinete e tenta perceber o que se passa. Eduarda prepara-se para revelar a razão da angústia de Amélie, mas ela disfarça. Samuel, farto de ouvir as explicações cínicas de José, vira-lhe as costas para se ir embora, mas é por ele impedido. O confronto físico entre ambos está eminente. (conclusão)

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close