Resumos SIC

“Rosa Fogo” resumo de 28 de maio a 3 de junho

Rosa Fogo

184º Episódio

Sílvia, deixa claro a Alberto que estará ao seu lado se ele quiser ir trabalhar para a casa real espanhola. No entanto aconselha-o a avaliar se essa decisão não é uma forma de se vingar de Alzira, pelo facto da mãe lhe ter escondido que Júlio é o seu pai.

Alzira e Ambrósio discutem, porque ele tenta animá-la, cantando ópera ao lado da boneca que imita Maria Callas.

Quando Estêvão chega a casa, Catarina finge-se desesperada, chorando e dizendo que quando ele não está perto de si, teme pela sua saúde e pela saúde do bebé de ambos. Gradualmente, Catarina começa a pressionar Estêvão, simulando uma vida familiar que não têm. Estêvão recebe mal os carinhos de Catarina e quase explode de raiva.

Francisco questiona Manuel sobre o problema que tem preocupado Sofia, mas o cunhado desvaloriza a questão, dizendo que se precisar de ajuda não hesitará em pedi-la.

Maria diz a Eduarda que vai falar com Gilda para interceder a favor de Amélie. A madrinha confessa não estar optimista quanto ao teor da conversa com Gilda.

Amélie vagueia pela rua, fazendo juras de amor a Samuel. No entanto, tem medo de o procurar.

Samuel é consolado por Alberto e João Nuno, que prometem fazê-lo esquecer a desilusão amorosa que sofreu com a namorada francesa. Samuel não consegue apagar da memória, as fotografias em que Amélie aparece rodeada de homens a consumir drogas. A tarefa complica-se, porque ninguém em casa deixa de lembrar a Samuel, o escândalo em que a ex-namorada está envolvida.

José força Amândio a entregar-lhe, sem condições, o processo de venda da MCosmetique. O vilão fá-lo acreditar que tudo se passará de forma normal.

Gilda confessa a Teresa que montou uma armadilha a José, para ver até que ponto o filho está a ser honesto com a venda da MCosmetique.

Maria chega nesse instante e interrompe a conversa. A bailarina fica indisposta com Gilda porque a avó recusa –se a readmitir Amélie.

Matilde vê o vulto de Irina a passar na janela do seu quarto e fica inquieta, pensando que é a mãe.

Maria e Eduarda conseguem que Gilda permita que Amélie durma na casa da família, em Lisboa. Em contrapartida, Maria decide ficar a dormir na quinta, deixando a avó radiante.

Amélie agradece a Eduarda por ter intercedido por si junto de Gilda, fazendo com que ela a deixasse dormir na casa da família em Lisboa. Por outro lado, Amélie incentiva Eduarda a enfrentar José, na empresa, com coragem.

José prepara-se para aterrorizar Eduarda, levando consigo uma faca para a Forella.

Catarina desperta Estêvão, que adormeceu no sofá. Ele fica enjoado com aquela manifestação de afecto, mas obriga-se a prometer-lhe que nunca mais a vai deixar sozinha, sem avisar.

Francisco visita Manuel e Sofia, para saber se o cunhado já resolveu os seus problemas com quem o está a ameaçar. Perante a curiosidade da irmã, Francisco disfarça, sem comprometer Manuel.

Eduarda enfrenta José, dizendo que não se deixa atemorizar, garantindo ao mesmo tempo que não irá facilitar-lhe a vida. A chegada de Sofia e Sofiazinha, fazem com que o vilão se detenha. Perante o olhar preocupado de Sofia, Eduarda pergunta se está tudo bem entre ela e Manuel. (conclusão)

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close