Resumos SIC

“Rosa Fogo” resumo de 26 de março a 1 de abril (com fotos)

133º Episódio

Sílvia consegue, ainda que a custo, o apoio de Júlio, Regina e Anita, para convencer Vera Mónica a aceitar que Alberto vá viver com elas. No entanto, Júlio adverte que a neta não está bem desde a festa de aniversário e que é importante que Francisco também concorde com o desejo de Sílvia.

Estêvão lamenta-se por estar longe de Maria e Samuel acompanha-o no desgosto, por ainda não ter conseguido ter Amélie em pleno. João Nuno escandaliza Samuel, por achar que o problema que tem com os canos avariados da sua casa, é mais grave que o dos amigos.

Regina convida Manuel a ir à festa que estão a preparar para o regresso de Sofia a casa. Ele recusa, reafirmando que não perdoa a Sofia por tê-lo abandonado.

Glória obriga Alberto a fazer mais bolos secos para vender na Imperatriz. Sílvia acaba por ajudá-la a fazer a publicidade ao novo produto. Os fregueses começam a ficar muito entusiasmados, mas a venda revela-se um desastre. É que os bolos são todos em forma de oito, provocando mais calores em Glória que deixa cair o tabuleiro, saindo desvairada para a Forella, onde faz amor com João Nuno. Os clientes da Imperatriz ficam a protestar e abandonam furiosos a confeitaria. Alzira não gosta do tumulto que se gerou no estabelecimento e dá um raspanete a Glória quando ela regressa, proibindo-a de vender mais bolos secos ali.

Amélie conta a Diogo que Gilda não acreditou que José trata mal Eduarda e propõe-se fazer um ultimato ao vilão para que ele deixe de importunar a amiga.

José vai falar com Gilda e consegue que ela acredite que Eduarda mentiu quando disse que ele a tratava mal. Gilda, não só acredita naquele que julga ser seu filho, como aceita dar-lhe o lugar de Eduarda, melhorando-lhe o ordenado. Depois desta vitória, José vai à Forella ameaçar Amélie, garantindo que vai destrui-la, pois ela tentou virar Gilda contra ele, utilizando Eduarda. A francesa não se deixa intimidar e garante que vai desmascará-lo.

Javier está a restaurar um móvel na quinta Mayer e conta com a ajuda de Teresa, que aceitou aprender a arte com ele.

José ordena a Diogo que tire Maria de casa para ele poder lá ir em segurança. Contrariado, Diogo cumpre a ordem, mas não tem de se esforçar muito, pois Maria está de saída com Matilde. Estêvão chega nesse instante e pergunta à ex-noiva se vai à festa de Sofia. A tensão entre ele e Diogo, causa incómodo em todos. No entanto, durante a festa, as mãos de Estêvão e Maria tocam-se, sem que nenhum dos dois se consiga afastar. O momento só é interrompido pela chegada de Sofia que é recebida em apoteose. Ela agradece comovida a surpresa que lhe fizeram, em particular a Carlota e Francisco, que contribuíram para que fosse mãe e vencesse o cancro. A emoção é generalizada, com todos a derramarem lágrimas de alegria. Sofia lamenta a ausência de Manuel, mas diz que compreende a mágoa do marido.

José aproveita o facto da casa de Maria estar vazia, para escrever no diário de Matilde como se fosse Joana, dizendo à menina que uma vez que ela insiste em tratar mal José, nunca mais aparecerá.

Eduarda fica devastada ao saber da festa da amiga e por José não a deixar ir. Chora de raiva, pois o marido confirma que Gilda lhe deu o lugar que lhe pertencia na Forella.

Manuel fica surpreendido e em grande tensão, quando vai abrir a porta de casa a quem bateu e dá de caras com Sofia. (conclusão)

 

Deixe um comentário

1 Comentário em "“Rosa Fogo” resumo de 26 de março a 1 de abril (com fotos)"

avatar
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Aurora Nunes
Visitante

está a ficar um pouco chato a Eduarda estar sempre na mó de baixo. Penso que já vai sendo tempo de dar um novo “rosto” a este personagem. É necessário renascer e para isso precisa aprender a enfrentar o José. Que tal apresentar queixa de violência doméstica exercida sobre ela pelo José? Fugir de casa? etc…está a meu ver, a ficar muito deprimente. Já chega.

Quem deve ser salvo?

A Televisão

GRÁTIS
BAIXAR