Resumos SIC

“Rosa Fogo” resumo de 12 a 18 de março (com fotos)

Rosa Fogo

124º Episódio

Maria, comovida, conta às amigas que Gilda aceitou ir ao seu casamento. Carlota fica emocionada com a boa notícia. A bailarina agradece a todas o esforço que fizeram para lhe arranjarem o vestido de noiva.

Na Imperatriz, prossegue em grande confusão a despedida de solteiro de Estêvão, com os homens a jogarem rugby com o bolo que Alberto preparou. Depois da festa, adormecem. Alzira chega entretanto, acompanhada por Glória, dando-lhes um raspanete por perceber que apanharam uma grande bebedeira. O primeiro a levar o raspanete é Ambrósio. O Conde fica envergonhado, enquanto Alberto e Samuel pedem desculpa à mãe. Glória fica excitada ao ver tento homem em trajos menores.

Sergei aparece ainda bêbado para se vestir para o casamento e pede a Anita que case consigo. Júlio, compreensivo, diz que há momentos mais próprios para fazer o pedido. Anita, compreensiva, beija o russo, dizendo que o ama. Maria, Anita e Regina acabam por se rir da situação.

Teresa está feliz por Estêvão e diz ao filho estar orgulhosa por poder vê-lo subir ao altar.

José obriga Eduarda a ligar a Maria, justificando a sua ausência no casamento. Eduarda acaba por chorar convulsivamente, deixando Maria preocupada e intrigada. Temendo que José a castigue por ter chorado, Eduarda surpreende-se, pois o marido finge-se compreensivo com ela.

Os preparativos do casamento avançam e Maria, já vestida de noiva, pede a Gilda que a conduza ao altar. A avó fica emocionada com a distinção e abraça-a, dizendo de imediato que sim. Abraçam-se ambas, juntando-se a elas Matilde e Anita, também muito comovidas. Na igreja o ambiente é de grande ansiedade, antes da chegada da noiva. Alzira ralha com Ambrósio que acusa os efeitos da noitada de copos na despedida de solteiro de Estêvão. Não contente com o raspanete que dá ao namorado, a doceira embirra com Samuel, que também está de ressaca e de óculos escuros, nada que combine com a sua condição de padrinho do noivo. Teresa não esconde a emoção pelo casamento do filho. Maria entra finalmente na igreja, antecedida pelos bailarinos da BiaMay e toma o lugar no altar, conduzido por Gilda. Sem que ninguém se aperceba, Diogo observa a cerimónia à distância, depois de ter sobrevivido à tentativa que José fez para o matar. Como não suporta a dor de perder para outro a mulher amada, sai da igreja e esbarra em Catarina que se apresenta vestida de preto, disposta a arruinar a boda. Diogo tenta detê-la, mas a enfermeira está enlouquecida pelo ciúme e leva adiante os seus intentos. Ao chegar perto dos noivos, atira Maria ao chão e grita para Estêvão que está grávida dele, provocando o escândalo no casamento. (conclusão)

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close