SIC

Rogério Samora livre para trabalhar na SIC

rogeriosamorasic


A providência cautelar que a estação de Queluz de Baixo instaurou ao seu antigo exclusivo parece estar perto do fim. E os interesses de ambas as partes acabaram por pesar na decisão final.

Segundo a edição desta quarta-feira do Correio da Manhã, o Tribunal de Sintra já analisou a providência cautelar interposta pela TVI e considerou que a rescisão unilateral violou o contrato com Queluz de Baixo. Assim, a TVI está “no direito de ver cumprido o contrato”. Contactada pelo referido jornal, a televisão de Queluz de Baixo confirma estas informações.

Apesar de tudo, a providência cautelar acabou por ser indeferida, o que, na prática, significa que Rogério Samora está livre para integrar o elenco da nova telenovela da SIC, tal como é intenção dos responsáveis do canal de Carnaxide. Ao que parece, o tribunal não considerou que a TVI tivesse provado que a rescisão de contrato causou prejuízos graves e dificilmente reparáveis. O actor e a sua nova entidade patronal terão, assim, que pagar uma indemnização à estação de Queluz de Baixo.

Todavia, a TVI não deverá ficar satisfeita com esta decisão e vai avançar, ainda esta semana, com um processo: a acção principal da providência cautelar agora analisada, adianta o mesmo jornal.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close