SIC TVI

Rogério Samora deixa recado à TVI

Rogério Samora na SIC


A saída do ator de Queluz de Baixo para Carnaxide continua a dar que falar. É em entrevista à revista Mariana que Rogério Samora deixou algumas palavras para os responsáveis da TVI:

“O diferendo com a TVI está resolvido. É algo em que me meteram, que eu não queria ser metido e tentei que não o fizessem. Fui o primeiro, acho que o fizeram talvez para dar o exemplo… Soube pela imprensa que ia pagar X e que ia ter um processo. Estava de férias a passar o fim-de-semana em Barcelona quando soube por uma amiga minha que me telefonou a contar o que se passava. Só depois é que recebi uma notificação do tribunal. Acho isso uma falta de cavalheirismo e de ética profissional (…) eu tentei a bem rescindir um contrato que tem uma cláusula que pode ser rescindido por mútuo acordo. Estamos no século XXI! Ninguém é de ninguém! (…) Tentei a bem, as pessoas não quiseram, então fomos para os tribunais. Nunca pensei em ter de contratar advogados. Eu teria feito o contrário, só está connosco quem quer estar. Quem não quer, então que seja feliz…”, começa por dizer à referida revista.

O ator acrescentou ainda que “como amigo e homem” reuniu com os responsáveis da TVI para que o libertassem: “Não andei a fazer joguinhos para sair. Apenas quis colocar um ponto final na minha ligação à TVI. E na altura ainda não tinha nada assinado com a SIC”.

Quanto aos motivos que o levaram a querer sair de Queluz de Baixo, Rogério Samora foi perentório: “Optei e confiei em três pessoas: José Eduardo Moniz, Gabriela Sobral e Luís Cunha Velho. Fui trabalhar para um projeto de pessoas em que me fizeram acreditar num sonho. Quando dois deles saíram tive medo que um barco sem comandante se pudesse afogar a qualquer momento e eu não sei nadar. Não me senti confortável com o rumo que a TVI começou a tomar”, defende.

Por esta altura, o ator afirma-se “livre”, até porque a segunda providência cautelar imposta por Queluz de Baixo foi indeferida e não há hipótese de recurso: “Mas agora já falam que está novo processo a decorrer… Que eu saiba, através do meu advogado, não há nada em tribunal… mas se calhar vou saber isso pela imprensa (…) Nasci na altura do Salazar e passei pelo 25 de Abril. Venham os processos que vierem… Eu sei  arazão que tenho”, afirma.

A terminar, um conselho para a TVI: “A TVI é uma empresa grande demais que devia ter cuidado com as atitudes que toma. Porque podem virar-se contra eles”…

 

  • jorge

    ora aqui está o tipo de ator ingrato..axo que a tvi é que afinal ficou a ganhar

  • Dúlio Silva

    ÚLTIMA HORA: MASTERCHE ESTREI JÁ NO PRÓXIMO SÁBADO, 9 JUL.
    A TARDE É SUA TEM PÁGINA NO FACEBOOK, ESTREADA EM DIRECTO NO PROGRAMA.

  • Ana Cláudia Oliveira

    Toda a gente tem o direito de mudar se não se sente confortável. Se ele foi frontal e direto. Fez o que era correto. 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close