SIC

Reportagens críticas ao Governo Angolano levam a suspensão de SIC em operadora angolana

A SIC tem vindo a exibir, em sinal aberto e nos seus canais temáticos, algumas reportagens dedicadas ao regime de Luanda, razão que a agência noticiosa AFP avança como estando na base da suspensão dos canais em Angola, de acordo com o CM.

A operadora Zap, da empresária Isabel dos Santos, deixou de transmitir a SIC Internacional e SIC Notícias. Os dois canais deixaram de constar da sua grelha em Angola e Moçambique. A SIC já reagiu e diz que esta decisão que «é alheia», mas realça que «esta distribuidora continuará a exibir os canais SIC Radical, SIC Mulher, SIC K e SIC Caras em exclusivo para os mercados angolano e moçambicano», sendo que «os dois canais [SIC Internacional e SIC Notícias] podem continuar a ser vistos na DStv em Angola e Moçambique e na StarTimes em Moçambique».

Contactada pela AFP, a operadora angolana, representada por António Miguel, referiu apenas que a SIC Notícias e SIC Internacional «já não fazem parte do pacote distribuído pela Zap devido a uma mudança da grelha de difusão dos programas», sem avançar qualquer justificação.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close