SIC TVI

Quanto ganham os atores da SIC e TVI?


Numa altura de crise e com vários cortes orçamentais feitos pelo governo, a revista TV Mais investigou quais os salários das estrelas das telenovelas da nossa televisão e conta alguns pormenores na sua edição desta semana. Existem quatro grande grupos.

O primeiro é o dos profissionais que auferem perto de 20 mil euros. Neste grupo estão Fernanda Serrano, que apesar de ter recebido há dois anos um convite para se mudar para a SIC, permaneceu na TVI e é, atualmente, uma das mais bem pagas do canal. Segue-se Alexandra Lencastre, outra das estrelas da televisão de Queluz de Baixo, que recebe o mesmo valor. Já na SIC, Rogério Samora, que ainda recentemente se viu envolvido numa “guerra” entre o canal de Carnaxide e o liderado por José Fragoso, também leva para casa uma quantia semelhante.

O segundo escalão é do dos profissionais que recebem entre 10 e 15 mil euros. Margarida Marinho, que assinou contrato de exclusividade com a TVI depois de participar em A Outra ganha perto desta quantia mensalmente. Segue-se Paula Lobo Antunes, que depois de várias protagonistas, dá agora vida a uma personagem mais secundária em Remédio Santo. Ainda assim, ganha mais de 12 mil euros mensalmente. Sofia Alves, Rita Pereira, Paulo Pires e Nuno Homem de Sá são outros dos mais bem pagos da TVI, levando para casa perto de 10 mil euros por mês. Na SIC, Cláudia Vieira e Diana Chaves, que chegaram a receber mais de 20 mil euros mensalmente, assinaram recentemente um novo contrato e passaram a auferir 10 mil euros mensais.

O terceiro grupo é composto pelos atores que recebem entre 5 e 10 mil euros por mês. Pedro Lima e António Pedro Cerdeira encabeçam este grupo, recebendo perto de 8 mil euros mensais. Seguem-se José Carlos Pereira, Maria João Luís, Rodrigo Menezes, Patrícia Tavares e Paula Neves que auferem perto de 7 500 euros. Ruy de Carvalho tem sempre 7 mil euros a mais por mês na sua conta bancária, enquanto São José Correia e Joana Solnado têm direito a perto de 5 mil euros mensalmente.

O último escalão é o dos profissionais que recebem menos de 3 mil euros, e daqui fazem parte alguns dos “ex-moranguitos”, como Sara Matos, Lourenço Ortigão, David Carreira ou Júlia Belard.

e pormenores sobre as emoções

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close