SIC

“Cenas do casamento” é a nova ficção da SIC

A estação de Carnaxide continua a apostar em adaptações de originais estrangeiros. “Cenas do casamento” parte da comédia espanhola “Escenas de matrimónio” e conta com nomes como Cláudia Cadima e João Didelet no elenco.

“Este projecto já existia antes de eu chegar à SIC”, ressalvou Virgílio Castelo, consultor para a ficção de Carnaxide, que desvendou pouco acerca da ainda embrionária produção, não obstante o elenco estar fechado e como tal, as gravações já terem arrancado. Susana Mendes, Tobias Monteiro, Cláudia Cadima, João Didlet, Márcia Breia e Octávio de Matos compõem o leque de actores que integram a comédia. Quanto a potenciais alterações face ao original, para melhor se enquadrar na realidade portuguesa, o consultor garante que “a série é suficientemente universal para que não se procedam a mudanças significativas”. “Escenas de matrimonio” retrata o quotidiano de três casais de faixas etárias distintas e nessa medida com problemas geracionais diferentes.

Os protagonistas habitam no mesmo prédio, mantendo uma relação de vizinhança entre si. Enquanto o par mais novo se confronta com o ajuste à realidade que o casamento impõe, o de meia idade atravessa crises matrimoniais e o mais velho também não está imune às vicissitudes de uma vida a dois. No país vizinho, esta comédia tem granjeado excelentes resultados a nível de audiências, na estação em que vai para o ar, a Telecinco. Curiosamente a série germinou no programa de entretenimento “Noche de fiesta” da TVE em 2002, sendo que na altura se resumia a “sketches” humorísticos.

Extinto o formato, alguns dos actores transitaram para uma ficção do canal Antena 3, “La sopa boba” interpretando os mesmos personagens. Seguiu-se-lhe uma incursão pelo universo do teatro através da peça “Matrimoniadas: hasta que la muerte los separe”, que permaneceu nos palcos, em digressão por todo o país, entre 2003 e 2006. Finalmente a um de Agosto de 2007, estreou na Telecinco, já com o nome “Escenas de matrimonio”. Apesar do sucesso a série tem sido alvo de algumas críticas, e acusada nomeadamente, de veicular modelos machistas.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close