SIC

“A Vida Privada de Salazar” em Fevereiro

Será em Fevereiro, como o site TV Universo já tinha anunciado, que a SIC vai transmitir a sua série histórica, baseada na vida privada do ditador português, Salazar, o homem que se gabava do seu “casamento com a pátria”. A série é protagonizada por Diogo Morgado.

“Trata-se de uma narrativa ancorada no real”, explica Virgílio Castelo, consultor para a ficção nacional da SIC, ao “Jornal de Notícias” e acrescenta “que se baseia no que foi escrito e pesquisado sobre Salazar”. Sendo assim, nenhum dos casos descritos em “A Vida Privada de Salazar” é inventado. “O guião procurou ser rigoroso, não há especulações, se a ficção existe é nas ligações entre os vários episódios amorosos”.

Soraia Chaves dá vida a “Maria Emília Vieira”, uma mulher invulgar para a época e, com ela, Salazar teve um caso tórrido. Conhecida como astróloga, começou por lhe pôr as cartas e acabou por se transformar na conselheira do governante que comandou o destino do país durante quatro décadas. Foi uma mulher que mostrou ousadia na forma de vestir (ao vestir calças) ou de andar a cavalo no Chiado. “Maria Emília Vieira” destoa no meio das outras relações: da aristocrata Carolina Asseca à Felismina Oliveira.

Do elenco fazem parte: Ana Padrão, Maria Guiomar, Maria João Pinho, Catarina Wallestein. A produção é da Valentim Carvalho Filmes. O papel de Salazar coube a Diogo Morgado, “não só por ser um actor surpreendente, mas também pela verosimilhança física, que ele tão bem soube cumprir”, diz Virgílio Castelo.

A acção passa-se em Lisboa, Estoril, Coimbra, Vimieiro e Viseu.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close