SIC

É proibido mentir no ‘Momento da Verdade’

Dizer a verdade e passar no teste do polígrafo. Estas são as condições necessárias para ganhar 250 mil euros no novo programa da SIC, ‘Momento da Verdade’. Teresa Guilherme regressa à apresentação para conduzir o formato, com estreia entre a primeira e a segunda semana de Setembro.

“Gostava de ter aqui pessoas que queiram contar a verdade toda”. O repto foi deixado por Teresa Guilherme, que regressa à apresentação para conduzir o Momento da Verdade, um programa em que os concorrentes são submetidos a um teste de polígrafo com perguntas sobre a sua vida. O formato – um original norte-americano que é emitido na Fox – estreará na SIC “entre a primeira e a segunda semana de Setembro”, afirma Nuno Santos, director de programas da estação, durante a apresentação á imprensa do programa, que decorreu ontem nos Estúdios da Valentim de Carvalho, em Oeiras. No entanto, este responsável não revela nem o dia nem a hora de estreia do Momento da Verdade. A produção está a cargo da CVB, nova produtora de Piet-Hein Bakker, Pedro Curto e Vasco Vilarinho.

Segundo Piet-Hein Bakker, este formato “não é um concurso nem um reality show, está algures no meio e é aí que está o segredo” do programa, que nos Estados Unidos tem tido muito sucesso e também polémica, devido às questões que são colocadas aos participantes. Depois de se inscreverem, os concorrentes conversam com a produção, que faz um perfil sobre cada um, contando também com conversas com amigos e familiares do participante – contactos fornecidos pelo próprio. A partir do perfil, são elaboradas 50 questões a que o concorrente responde, ligado a um polígrafo. Destas, são escolhidas 21 que serão feitas no programa. “A pessoa já sabe quais as questões que lhe vão fazer. Só não sabe é quais as que foram seleccionadas e qual o resultado do polígrafo”, afirma Teresa Guilherme.

A partir daqui, o candidato tem de ultrapassar seis níveis de dificuldade, começando nos mil euros. O último patamar corresponde aos 250 mil euros. “À medida que sobe de nível, as perguntas vão ficando mais difíceis de responder em público”, salienta Teresa Guilherme, acrescentando que, “se o concorrente disser uma mentira, perde”. O participante pode convidar para o programa familiares e amigos, que podem optar por não ouvir uma das suas respostas, através de um botão que estará colocado à sua frente, mas só uma vez.

Salientando que este é um programa sobre os “sentimentos das pessoas”, Teresa Guilherme exemplificou algumas das perguntas que podem ser colocadas aos concorrentes. “Acha que é melhor mãe para os seus filhos do que a sua mãe era para si?” é uma das questões.

Acreditando que “o sucesso do programa está no público”, e que será necessário “esperar para ver”, Teresa Guilherme terá a concorrência de Júlia Pinheiro na TVI, que vai também apresentar um programa com um polígrafo, mas com um carácter mais informativo, intitulado Factos em Directo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close