SIC

Primeira edição do «Ídolos» foi a mais difícil para João Manzarra

Estreou-se no «Curto Circuito» na SIC Radical, onde deu os primeiros passos como apresentador. Em conversa com o SOL, confessou manter uma grande amizade com Cláudia Vieira e falou ainda sobre as audiências desta quinta edição do «Ídolos».

João Manzarra acredita que a primeira edição deste formato foi a mais difícil, porque vinha com «uma grande aceleração dos festivais de verão, do SIC ao vivo, do TGV…». O que culminou em andar diversas vezes de um lado para o outro, esquecendo-se da sua colega, Cláudia Vieira.

Quando questionado se as conversas nas galas são combinadas ou naturais, o apresentador conta que há temas que têm de introduzir a certo momento, mas os momentos com os candidatos e júris são imprevisíveis. Relativamente às fracas audiências dos diretos garante que, enquanto apresentador, preocupa-se com isso. Contudo, diz que «Prefiro perder audiências para um A Tua Cara Não Me É Estranha, do que para uma Casa dos Segredos».

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close