SIC

Mónica Mendes, finalista do «Ídolos», fala desta experiência

No domingo passado, na primeira Gala do «Ídolos», Mónica Mendes consagrou-se uma dos 10 finalistas do talent show da SIC (pertenceu ao leque dos 5 finalistas escolhidos pelo júri). A concorrente nunca tinha pensado em inscrever-se num programa de televisão como este, tendo sido as suas amigas a fazerem-no.

Quando Mónica soube que estava inscrita no programa, graças às suas amigas, a sua reação não foi a melhor: «Foram as minhas amigas que me inscreveram. A inscrição completa foi a prenda de anos delas para mim. E a minha primeira reação foi: “Vou matá-las, não acredito que me inscreveram num programa de televisão”, mas depois, quando comecei a pensar na experiência que ia ser e no que podia aprender com o programa, fiquei muito contente.», contou a concorrente à revista TV 7 Dias. Avançou, então, para o casting com o apoio dos pais: «A minha mãe é alemã, por isso é muito despachada e disse-me logo que fazia o que fosse preciso. O meu pai, para surpresa minha, aceitou e apoiou-me em tudo. Não pensei que fosse aceitar tão bem.», confessou.

Em relação ao futuro, para além da música, Mónica Mendes conta que «Quero seguir pedagogia especializada, para trabalhar com crianças com deficiências, porque acho que ainda é algo que está por desenvolver e porque me interesso imenso pelo facto de ajudar essas crianças com dificuldades. E depois posso juntar terapia com música. Quero continuar a cantar, mas também quero ajudar os outros com a música.», confidenciou à mesma publicação.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close