SIC

‘Momento da Verdade’ acaba sem polémica

Termina hoje o formato que colocou dez concorrentes, em 13 programas, a revelar pormenores pouco agradáveis sobre a sua vida privada. Na próxima semana ‘Tá a Gravar’ substitui ‘O Momento da Verdade’.

Programa não foi ‘mola’ para subir audiências da SIC

Termina hoje aquele que foi anunciado como o programa que iria abanar a sociedade portuguesa: O Momento da Verdade. E se os primeiros programas tiveram audiências acima de um milhão de espectadores e suscitaram polémica, o interesse dos telespectadores desvaneceu-se ao longo das várias emissões, apesar de uma ligeira subida nas duas últimas semanas.

A polémica, que era um dos pratos fortes do programa, aconteceu sobretudo fora das próprias emissões lideradas por Teresa Guilherme. Mas dentro da própria SIC, o slogan de O Momento da Verdade, que era A verdade compensa, acabou por se tornar o nome de um programa que analisava o que acontecia no estúdio comandado por Teresa Guilherme. Rita Ferro Rodrigues conversava com Luísa Castel-Branco, Cláudio Ramos e Gonçalo da Câmara Pereira sobre as histórias de vida de cada um dos concorrentes, fazendo comentários sobre as revelações feitas em O Momento da Verdade. Quem não gostou da ideia foi Teresa Guilherme, que criticou publicamente A verdade compensa, por este não acrescentar nada ao seu próprio programa. Ao fim de seis emissões, o programa acabou mesmo.

Apesar da polémica interna na estação de Carnaxide, a verdade é que o programa de Teresa Guilherme não teve o efeito desejado. Ou seja, não foi o motor de viragem para levantar as audiências da SIC, como foi o Big Brother para a TVI em 2001, e colocar a estação liderada por Nuno Santos à frente da RTP1. Desde Setembro que o principal canal da televisão do Estado tem vindo a consolidar o segundo lugar, mês a mês, apesar de não ser provável que mantenha essa posição no total do ano.

O Momento da Verdade acaba hoje com o sucesso de ter sido um dos programas mais comentados nas revistas de televisão, bem como em conversas de café, e ter alcançado audiências razoáveis, mas sem ter cumprido o objectivo de colocar a SIC a caminho da liderança televisiva.

O último programa

Depois de confessar que casou virgem, no programa passado, a última concorrente de O Momento da Verdade, continua hoje a fazer revelações, mas termina sem um único euro. Rosa Maria, de 55 anos, revela que não considera o seu marido o homem ideal nem o seu casamento feliz. A concorrente também responde que “não” à questão “Nos últimos seis meses teve um orgasmo?” e admite ainda que já chorou de frustração depois de ter tido sexo com o marido.

A concorrente acaba, no entanto, por confundir amor com paixão e perde na 20.ª pergunta que lhe dava acesso aos 100 mil euros. “O seu marido é a grande paixão da sua vida?” é a pergunta fatal. Rosa Maria diz que “não” mas o polígrafo dá a resposta como sendo mentira. O último programa da verdade acaba, assim, sem dar dinheiro. – Com A.M.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close